Bancos poderão mudar horário de atendimento em dias de jogos do Brasil na Copa

A rede bancária poderá, por exemplo, abrir antes das partidas, fechar no início dos jogos e reabrir após o término da disputa

Bancos poderão mudar horário de atendimento em dias de jogos do Brasil na Copa

A rede bancária poderá, por exemplo, abrir antes das partidas, fechar no início dos jogos e reabrir após o término da disputa

Redação

O Banco Central do Brasil publicou nesta quarta-feira, dia 9, uma carta que permite que o horário de funcionamento das instituições bancárias durante os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo seja diferente.

A autorização, que vale para bancos múltiplos com carteira comercial, bancos comerciais e as caixas econômicas, prevê que as agências poderão alterar o horário de atendimento ao público. Porém, deverão garantir funcionamento mínimo de quatro horas ao longo do dia, uma hora a menos do que as cinco horas obrigatórias exigidas para os dias úteis.

Além disso, as agências ficam dispensadas do cumprimento do horário ininterrupto de funcionamento, conforme as normas em vigor. Nesse caso, os bancos podem, por exemplo, abrir antes das partidas, fechar no início dos jogos e reabrir as portas após o término das disputas.

Fernando Frazão/Agência Brasil

Os jogos

A Copa ocorrerá entre os dias 14 de junho e 15 julho, e o Brasil estreia contra a Suíça, no dia 17 de junho, às 15h, no horário de Brasília. A segunda partida será contra a Costa Rica, no dia 22 de junho, sexta-feira, às 9h. O jogo de encerramento da fase de grupos será no dia 27, contra a Sérvia, às 15h.

Se chegar às semifinais ou à grande final, no dia 15 de julho, o Brasil ainda poderá jogar outras quatro vezes. A definição das datas dos confrontos das fases seguintes dependem da posição do país na fase de grupos.

O Banco Central determinou que as instituições financeiras deverão informar, com antecedência mínima de dois dias úteis, o horário de atendimento nos dias de jogos da seleção. Os informes deverão ser afixados nas dependências das próprias agências.

Leia aqui a nota na íntegra.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo