+

Blumenau tem mais de 900 cartões do transporte coletivo bloqueados por uso indevido em 2022

Números já são maiores que em 2020 e 2021

Em 2022 o transporte coletivo já efetuou o bloqueio de mais de 900 cartões com gratuidade em Blumenau por uso indevido. Em 2020 e 2021 foram bloqueados por ano, respectivamente, 789 e 278 cartões com gratuidade.

Esse aumento gradual, que acontece pelo uso indevido dos cartões com gratuidade, é identificado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) desde julho, quando em um único mês foram realizados 327 bloqueios. Em todos os casos o motivo é o uso indevido dos cartões estudante, livre e melhor idade por terceiros.

Uso indevido

O sistema do transporte coletivo de Blumenau conta com três opções de descontos ou gratuidades de passagem assegurados por lei. Para combater as fraudes, todos os veículos da frota são equipados com o sistema de biometria facial junto às catracas.

A Prefeitura de Blumenau, assim como a SMTT, ressaltam que a ação de uso indevido dos cartões é prejudicial para todo o sistema de transporte público do município. Afinal, quando alguém utiliza o serviço público de forma indevida, prejudica todo um sistema que visa atender a população de forma igualitária e justa. Além da ilegalidade que existe nessas tentativas de fraude.

Sistema

Blumenau conta com cinco opções de pagamentos por cartão em seu sistema de transporte coletivo. Entre essas opções estão o passe escolar, que possibilita o pagamento de meia passagem aos estudantes, e os passes livre e melhor idade, que têm gratuidade na passagem para pessoas com deficiência e/ou acima de 65 anos de idade, conforme lei federal.

Ao passar pela catraca, todos os passageiros são registrados por uma câmera que fica logo acima do monitor de leitura dos cartões. O próprio sistema da empresa concessionária do serviço faz a leitura facial e compara a imagem com a foto do titular do cartão. Os casos de incompatibilidade, registrados pelo sistema, são avaliados e validados ou não por operadores que, ao identificarem a fraude, efetivam o bloqueio.

Diante do registro de fraude, o cartão fica bloqueado sem a possibilidade de uso ou recarga durante 30 dias. Caso a detecção de fraude seja reincidente no cadastro do mesmo usuário, que deve ser mantido atualizado, o período de bloqueio passa para 60 dias.

Leia também:
1. Filha diz que mãe idosa, com Alzheimer e demência, foi agredida em UTI no Vale do Itajaí

2. Advogada de Blumenau pede cancelamento de diplomação e cassação da candidatura de Jorginho Mello
3. Homem nega empréstimo de dinheiro e é esfaqueado pelo irmão em Blumenau
4. Identificado homem encontrado morto em Blumenau
5. Resultado Mega-Sena 2546: confira números sorteados

– Assista agora:
Joanna Tomio conta como emagreceu e se tornou referência no assunto

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo