Blumenau volta a registrar aumento de casos de Covid-19; confira os números

No último mês, a média móvel aumentou em 22,5%

Blumenau volta a registrar aumento de casos de Covid-19; confira os números

No último mês, a média móvel aumentou em 22,5%

Jotaan Silva

Blumenau voltou a registrar uma piora em relação ao número de casos de Covid-19. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, a média móvel de pessoas diagnosticadas com a doença chegou a 98 na segunda-feira, 7. Isso representa um aumento de 22,5% em relação a média móvel do dia 7 de maio, que era de 80.

Esse aumento começou a ocorrer nas últimas duas semanas. No dia 17 de maio, por exemplo, a média móvel continuava em 81, porém, foi crescendo gradualmente nos dias seguintes, chegando até a marca de 98 nesta segunda.

Para o secretário de saúde Winnetou Krambeck, há uma série de motivações que podem ter levado a este crescimento.

“Com a chegada do frio, com as pessoas se juntando mais, há essa tendência de aumento e que realmente estamos observando. Mas também estamos vendo pessoas extrapolando no descumprimento das orientações de isolamento e distanciamento, principalmente nos últimos fins de semana e feriados. Isso prejudica muito, pois auxilia a transmissão e distribuição do vírus”.

O crescimento na média móvel de casos ainda não está refletindo no número de internações na cidade. Numa comparação do dia 7 de maio para o dia 7 de junho, o número de pessoas internadas em Blumenau praticamente não mudou.

No mês passado, a cidade tinha 95 pacientes hospitalizados, sendo 76 blumenauenses. No mesmo dia, em junho, eram 93 internados, sendo 75 de Blumenau.

Em maio, os números apontavam 50 pacientes de Blumenau e oito de outras cidades em UTIs. Na enfermaria, eram 26 blumenauenses e 11 moradores da região. Já no dia 7 deste mês, as UTIs tinham 38 pacientes de Blumenau e dez da região e as enfermarias 37 blumenauenses e oito de outros municípios.

Porém, para Krambeck, o não aumento nas internações se explica pelo “ritmo” que a doença possui.

“Infelizmente, desde o ano passado a gente sempre observa a mesma sequência. Primeiro há aumento de casos, depois vem o aumento nas internações e depois também cresce os óbitos”, explicou.

Porém, ele também acredita que, mesmo com uma porcentagem baixa de pessoas vacinadas, a imunização também pode influenciar na não aceleração das internações.

“O que temos de mais concreto é a vacina. Só ela pode acabar com a doença. E estamos trabalhando de segunda a segunda pra vacinar o maior número de pessoas, mesmo que dependamos do estado, para nos mandar as doses”, destacou.

O secretário concluiu dizendo ainda que as pessoas precisam se conscientizar e cumprir as normas de isolamento, distanciamento e proteção como uso de máscaras e álcool gel.

Até esta terça-feira, 9, Blumenau já confirmou 54.457 casos e 534 mortes pela doença. Atualmente 858 pessoas estão em tratamento e 53.065 foram considerados recuperados.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo