+

Condomínio de luxo no qual Evanio Prestini pode ter descumprido medida judicial ainda não foi notificado

Administradores do local dizem que não receberam a intimação da Justiça, embora tenham cinco dias para apresentar imagens

Considerado um condomínio de alto padrão, com apartamentos ao custo de mais de R$ 9 milhões, o Edifício Costão da Barra deverá colaborar com a Justiça no “Caso Jaguar”. É no local que o Ministério Público quer saber, por meio do circuito interno de imagens, se Evanio Prestini descumpriu medidas cautelares que o mantém fora da prisão.

Porém, segundo administradores do Costão da Barra, ainda não foi recebida nenhuma notificação. A Justiça afirma que o local tem cinco dias para disponibilizar imagens das áreas comuns do edifício. Conforme explicam os gestores, o local possui câmeras em todos os seus espaços comuns, contudo não deram mais detalhes sobre como funciona a segurança do ambiente.

Denúncia é que Evanio teria sido visto fora de hora em piscina do condomínio. Foto: Divulgação

A desconfiança partiu da denúncia de um condômino, que teria visto Prestini na área da piscina. A partir disso, o MP-SC encaminhou solicitação à Justiça para investigar o caso, e a juíza Camila Murara Nicoletti acatou a decisão.

O Costão da Barra – com apartamentos de frente para o mar – possui cerca de 20 opções de lazer. Ofurôs, spas, salas de jogos, academia, cinema e quadras de tênis são algumas da listagem.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo