Figura conhecida no bairro Garcia, Mirelo morre após atropelamento

Folclórico vendedor de picolés tinha 60 anos de idade

Figura conhecida no bairro Garcia, Mirelo morre após atropelamento

Folclórico vendedor de picolés tinha 60 anos de idade

Julia Schaefer

Quase todos os moradores do bairro Garcia conheciam Mirelo, que ao longo de décadas vendia picolés pelas ruas, quase sempre vestindo a camiseta do time do coração, o Fluminense.

Por volta das 11h deste sábado, Wilson Seiler (seu nome de batismo), que tinha 60 anos, foi atropelado por um motoqueiro na rua Amazonas, em frente à Santa Helena Veículos. Conforme informações dos socorristas, Mirelo sofreu uma fratura exposta na perna. Foi encaminhado ao Hospital Santo Antônio, mas não resistiu aos ferimentos.

Na moto que o atingiu havia dois ocupantes, um homem e uma mulher, que não se feriram gravemente. Mensagens de homenagem e carinho surgiram nas redes sociais entre os moradores do Garcia.

Em 2012, o cientista social e pesquisador Adalberto Day contou a história de Mirelo em seu blog. Filho do bairro, o vendedor de picolés era conhecido por gerações de crianças. Foi inclusive convidado para participar de uma festa de ex-estudantes da Escola Pedro II, do Progresso.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio