Entenda porque o mercado pet tem crescido cada vez mais em Blumenau

Empresários do município comentam crescimento do setor e ONG alerta para crise de abandono

Entenda porque o mercado pet tem crescido cada vez mais em Blumenau

Empresários do município comentam crescimento do setor e ONG alerta para crise de abandono

[the_ad id="262448"]
Redação O Município Blumenau

Segundo o Instituto Pet Brasil, nos últimos dois anos, o mercado pet brasileiro cresceu 30% e o faturamento anual atingiu a marca de 50 bilhões de reais. Para não ficar de fora da fatia, empresas de Blumenau mostram, a cada ano, avanços para atender às demandas dos clientes.

Com relação direta com os números, a pandemia da Covid-19 nos últimos dois anos serviu de estímulo para que as pessoas passassem a manter os animais de estimação dentro de casa por mais tempo, o que ajudou a evoluir o mercado.

Além disso, com os números crescendo, Blumenau busca não ficar de fora do mercado bilionário. Hoje com dezenas de lojas focadas em atender esse universo, o que divide a concorrência é a variedade no serviço.

Exigência dos clientes

A Planeta Pet é uma Pet Shop tradicional de Blumenau. No mercado desde 1990, a loja observou vários avanços comerciais do mercado pet, entre eles, o efeito causado pela Covid -19. O local também presta o serviço de hospedagem animal.

Segundo o sócio-fundador Carlos Tlach, foram os felinos que mais têm conquistado o coração dos blumenauenses durante o período de quarentena.

“Eles (felinos) apresentam melhores adaptações nos espaços pequenos, além de custos mensais reduzidos. Enfim, fica é óbvio dizer que o faturamento da loja aumentou consideravelmente”, conta Carlos.

 

Francisco e a Antonieta, mascote e modelo da Planeta Pet / Arquivo pessoal

Com o crescimento do mercado, a Pet Shop Agro Aves, que atua por toda Blumenau desde o final dos anos 70, aproveitou para se atentar sobre a exigência dos clientes.

“Eles (clientes) estão mais exigentes devido os pets estarem sendo mais humanizados. Os tutores também têm procurado por alimentos de alta qualidade. Tudo isso para proporcionar mais qualidade de vida e mais longevidade aos seus animais. Quanto ao faturamento, aumentou de forma notável”, diz a loja.

Agro Aves/Divulgação

A opinião vai no mesmo caminho da de Sócratis, proprietário da Bicho Mania Pet Shop, presente em Blumenau há mais de 21 anos. Ele diz que por estarem mais dentro de casa, as pessoas se preocupam muito mais com os animais.

“Como eles ficam mais dentro de casa, exigem um pouco mais de cuidados com a saúde. Deve-se ter uma alimentação específica para ambientes internos, além de banhos com mais frequência e vacinas em dia”, diz a profissional.

O local conta com veterinários, uma farmácia, loja e setor banho e tosa.

Produtos novos

Embora hoje o cliente possa encontrar tudo em uma loja só, também são comuns estabelecimentos nichados que prometem realizar um atendimento especializado e focado.

De acordo com Carlos, ambos estilos de lojas têm buscado se atualizar no cenário, sempre buscando especializações e produtos que tragam benefícios para os animais.

“Buscamos produtos, brinquedos e algo nutricional para eles. Também damos todo o suporte para os donos. Os gatos, por exemplo, por serem mais adaptáveis, não exigem muito do dono”, diz o empresário.

Sócratis também lembra que achar que possui tudo na loja não é suficiente, visto que as atualizações são constantes e rápidas.

“É preciso procurar produtos e serviços novos, além de termos que acompanhar esses lançamentos para melhor atentar as necessidades dos animais e seus tutores. Hoje dispomos de tudo que há de melhor para os amigos de quatro patas”, ressalta.

Time de atendentes da Bicho Mania / Arquivo pessoal

Já segundo a Pet Shop Agro Aves, ficar de olho nas novidades do mercado é sempre um grande desafio.

“Estamos sempre de olho no mercado a nível nacional e mundial, o que é muito desafiador, e isso requer muito empenho e dedicação”, diz a loja.

Adoção

Porém, nem tudo parece ser positivo nesse avanço do mercado. Os números de adoção de animais baixaram segundo a Associação Protetora de Animais de Blumenau (Aprablu).

“Se falarmos de percentual, as adoções desse período tiveram uma queda de quase 50%. Aliás, o número de animais abandonados aumentou e muito”, alerta Leandro, presidente da Aprablu.

Hoje, a ONG tem lares temporários para cerca de 220 cães e aproximadamente 90 gatos. Vale lembrar que a associação não conta com um abrigo próprio, pois busca recuperar animais através desses lares apoiadores.

“A maioria dos animais que estão aos cuidados de voluntários cadastrados pela ONG em lares temporários são animais que já não tem mais capacidade de serem adotados. Nossa capacidade fica limitada por causa disso”, lembra o presidente.

Ainda segundo Leandro, a baixa nos números pode ter a ver com a polarização das adoções. Leandro também menciona que muitas pessoas abandonam os animais por motivos financeiros.

“Hoje as pessoas anunciam animais para adotar em todas as redes sociais e, às vezes, acabamos ficando em segundo plano. Tivemos muitos abandonos durante a pandemia, pois pessoas perderam os empregos e acabaram não gastando mais com os animais. Isso tudo é uma pena, o abandono é uma das coisas mais tristes que se pode fazer”, complementa o presidente.

Ajudar a Aprablu

Leandro diz que o apadrinhamento de animais é uma das ajudas mais necessárias no momento. Também são solicitadas doações em geral como ração e medicamentos, além de uma maior conscientização das pessoas sobre a importância da castração e dos cuidados dos animais.

Doações em dinheiro

O dinheiro recebido de doação é usado para o pagamento de atendimentos clínicos veterinários, medicamentos e ração. Os valores podem ser enviados nas contas abaixo:

Banco do Brasil – Agência 2307-8 – Conta corrente 1192068-8
CNPJ: 03.585.420/0001-75

Banco Viacredi – Agência 0101 – Conta corrente 915772-7
CNPJ: 03.585.420/0001-75

“Quando resgatamos animais de rua, normalmente eles estão debilitados. É importante ração de preferência, com no mínimo 22% de proteína, sem corantes”, finaliza Leandro.

Por Otávio Timm

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo