Escola de Blumenau é invadida e fica sem energia após fiação ser furtada

Ataques à estrutura têm ocorrido desde agosto de 2020

Escola de Blumenau é invadida e fica sem energia após fiação ser furtada

Ataques à estrutura têm ocorrido desde agosto de 2020

Gustavo Bruch

A Escola de Educação Básica Carlos Techentin, do bairro Passo Manso, vem sofrendo com invasões desde o ano passado. Em dezembro ocorreu a maior até o momento, onde a fiação elétrica de grande parte da escola foi furtada, deixando 90% do espaço sem luz. A preocupação é maior com o possível retorno das aulas em fevereiro.

De acordo com a coordenação da escola, os ataques começaram em agosto do ano passado, enquanto a instituição estava fechada por conta da pandemia de Covid-19. Nos primeiros registros do ato, torneiras e válvulas foram levadas.

Foto: Redes sociais / Reprodução

Após a primeira invasão, foram realizadas outras em sequência. Ainda de acordo com a coordenação, foram levados um computador, o interfone e câmeras de segurança foram danificadas, dificultando a identificação dos invasores.

Foto: Redes sociais / Reprodução

A coordenação afirmou que avisou a polícia de todos os acontecidos, mas que mesmo assim ainda não foi possível encontrar os autores do crime. Além disso, também foi solicitado ao governo estadual mais segurança ao local, mas que o processo ainda está ocorrendo, pois a contratação de um vigia depende de aprovação da secretaria do estado.

Na última invasão, que ocorreu em dezembro, foram levados a maioria dos cabos de fiação elétrica do local, deixando 90% da escola sem energia, de acordo com a coordenação. Apenas alguns pontos, como portões eletrônicos, estão funcionando, já que não foram mexidos pelos autores.

Ainda de acordo com a coordenação, a situação tem ficado cada vez mais crítica, as invasões tem ocorrido quase todas as semanas.

Foto: Arquivo pessoal

Receba notícias no seu WhatsApp: basta clicar aqui para entrar no grupo do jornal

Clique aqui e inscreva-se no canal no YouTube do jornal O Município Blumenau. Vem muita novidade por aí!

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo