EXCLUSIVO – Luciano Hang comenta dossiê que alega fraude em atestado de óbito de sua mãe

Prevent Senior é acusada de fraudar atestado de óbito de Regina Hang a pedido do empresário

EXCLUSIVO – Luciano Hang comenta dossiê que alega fraude em atestado de óbito de sua mãe

Prevent Senior é acusada de fraudar atestado de óbito de Regina Hang a pedido do empresário

Thiago Facchini

Um dossiê entregue para a CPI da Pandemia, que teria sido elaborado por 15 médicos que alegam terem trabalhado para a operadora de saúde Prevent Senior, diz que a declaração de morte da mãe do empresário brusquense Luciano Hang foi fraudada. A informação foi divulgada, com exclusividade, pela GloboNews e Estadão nesta quarta-feira, 22.

O dono da rede de lojas Havan se manifestou sobre o assunto com exclusividade para a reportagem do jornal O Município. Questionado sobre o tema, ele falou sobre a confiança na Prevent Senior e negou fraude, dizendo que todo o tratamento foi aprovado pelo responsável, que foi o empresário. Além disso, ele afirma que tudo foi divulgado nas redes sociais.

De acordo com os médicos que teriam elaborado o documento, a suposta fraude na declaração de óbito de Regina Hang, mãe do empresário, é “mais uma das inúmeras mortes por Covid-19 que não foram devidamente noticiadas”. O trecho em que consta que a declaração teria sido adulterada está no capítulo “Da suposta fraude nas declarações de óbito”, do dossiê entregue à CPI da Pandemia.

“Trata com Covid no hospital, com medicamentos do tratamento precoce, e nós temos comprovação de que ele (Luciano Hang) recomendou a médicos ‘olha, escondam que minha mãe foi tratada com cloroquina para não desmerecer a eficácia do plano’”, acusou o senador Renan Calheiros, relator da CPI da Pandemia.

Regina Hang faleceu no dia 3 de fevereiro, aos 82 anos. Ela estava internada desde dezembro de 2020 no Hospital Sancta Maggiore, da rede Prevent Senior, no bairro Morumbi, em São Paulo. A informação foi publicada nas redes sociais de Luciano à época, juntamente com uma homenagem.

Na época em que Regina foi diagnosticada com Covid-19, o empresário brusquense também testou positivo para doença e ficou internado no mesmo hospital em São Paulo por um período.

O presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), questionou o fato de o empresário ter levado a mãe para um hospital da rede Prevent Senior. “[Luciano Hang] tinha condições de ‘levar a sua genitora para a lua’, porque tem dinheiro para isso, mas leva para a Prevent Senior. E lá, segundo as informações, no atestado de óbito não consta que ela veio a óbito por Covid”, disse Aziz, na CPI.

Apoiador do tratamento precoce contra a Covid-19, Luciano Hang afirmou, em publicação nas redes sociais, que, até ser diagnosticada com a doença, Regina não havia recebido nenhum medicamento de prevenção. Além disso, questionou em vídeo à época: “será que se eu tivesse feito o tratamento preventivo, eu não teria salvado a minha mãe?”, disse.

No entanto, no dossiê havia informação, ainda, sobre o início dos sintomas da mãe do empresário, no dia 23 de dezembro, e adoção do tratamento precoce com azitromicina, hidroxicloroquina e colchicina antes da entrada na Prevent Sênior.

O que diz Luciano Hang

Procurado pela reportagem de O Município, Luciano Hang disse que está em viagem no interior pelo estado do Rio Grande do Sul e não teve acesso a o que está sendo falado sobre as acusações. Porém, mesmo assim, se pronunciou sobre o assunto.

“É aquela velha parábola: ‘conhecereis a verdade e a verdade vos libertará’. Tudo foi feito da melhor maneira possível, como qualquer um que tem um pai e uma mãe vai fazer. Então, tenho certeza de que, ter levado minha mãe para o hospital da Prevent Senior foi a melhor coisa que nós fizemos, tanto é que eu fui internado, minha esposa foi internada e minha mãe foi internada”, afirma.

O empresário elogiou a Prevent Senior e disse que o tratamento de Regina realizado no hospital teve consenso de Luciano, que era o responsável. “Minha mãe tinha 82 anos, tinha comorbidades, como sobrepeso, insuficiência renal e diabetes, mas todo o tratamento feito lá na Prevent Senior foi aprovado, inclusive, pelo paciente ou por alguém responsável, que fui eu. Nós sempre divulgamos tudo nas minhas redes sociais”, diz.

Ele disse ainda que Regina não realizou o tratamento preventivo – antes de testar positivo para Covid-19. No entanto, ele afirma que ela fez uso do tratamento precoce após ser diagnosticada com a doença.

“Desde o princípio eu comentei que, como minha mãe tinha várias doenças crônicas, ela não conseguiu fazer o tratamento preventivo. São duas coisas: o tratamento preventivo e o precoce. O preventivo é você tomar remédios antes que fique doente, para fortalecer as células”, explica.

Luciano reforça que o tratamento preventivo realmente não foi realizado por Regina. O motivo seria os inúmeros remédios que ela já tomava, tendo em vista as comorbidades que possuía. Ainda, ressaltou a confiança na Prevent Senior.

“Isso nós não fizemos antes porque minha mãe já estava tomando muitos remédios. Mas tão logo que soubemos que ela estava infectada, demos todos os remédios possíveis para salvar. A Prevent Senior, no nosso caso, não fez nada de errado”, comenta.

Ele reforçou, ainda, que não sabe detalhes do que está sendo comentado sobre o tema. No entanto, disse estar tranquilo de que todos os cuidados tomados com Regina Hang à época foram “os melhores possíveis”.

“Como estou viajando, não consigo saber do que estão falando, mas tranquilo de que nós fizemos o melhor possível. É uma doença nova, cada mês que se passa se encontram mais formas de detê-la, mas em janeiro e fevereiro, menos remédio tinha, e nem a vacina tinha, a vacina chegou depois”.

Por fim, Luciano criticou os membros que formam a CPI da Pandemia e disse que muitos dos que estão lá são candidatos nas eleições de 2022 e tem como objetivo conseguir votos para o pleito eleitoral.

“É como falei, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. As pessoas às vezes usam a CPI como trampolim político. Muitas das pessoas que estão lá na CPI são candidatas em 2022, e não veem a dor de uma família, de um filho, que perdeu o pai ou a mãe. Querem atacar sempre tentando ganhar alguns votos políticos, mas o povo sabe quem está do lado certo e do lado errado, e vão receber este troco ano que vem nas eleições”, finaliza.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo