Rede de supermercados destrói antiga Mafisa para construir nova loja em Blumenau

Prédio da malharia que fechou as portas há 28 anos, às margens da BR-470, está sendo demolido

Rede de supermercados destrói antiga Mafisa para construir nova loja em Blumenau

Prédio da malharia que fechou as portas há 28 anos, às margens da BR-470, está sendo demolido

Redação

Alice Kienen e Evandro de Assis

Durante décadas, o nome Mafisa foi associado a uma estrutura viária em Blumenau. Primeiro, a um trevo. Depois, ao viaduto. Agora, quando alguém se refere à terraplanagem que dará origem ao complexo da BR-470 duplicada, diz: “as obras lá na Mafisa”.

A referência tem origem na antiga malharia, que funcionava ao lado e fechou as portas há 28 anos. O nome, porém, permaneceu inabalado, assim como os prédios, o lago e a caixa d’água da antiga fábrica. Até agora.

Máquinas e operários trabalham na demolição da estrutura física que abrigava a antiga malharia. Uma pequena parte do terreno, onde está o lago, dará lugar a uma das alças de acesso à rodovia federal, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

A maior parte da área, porém, será substituída por um novo empreendimento: a segunda loja do Fort Atacadista em Blumenau.

A rede de atacados pertencente ao Grupo Pereira vai erguer no local uma unidade semelhante à que já possui na Via Expressa. A empresa ainda não adianta números sobre a operação e nem tem previsão para iniciar contratações. Adianta apenas que a inauguração deve ocorrer no segundo semestre do ano.

Nas redondezas já há outros dois empreendimentos do tipo, um deles também do segmento atacadista: o Atacadão, no interior do Norte Shopping. Bem ao lado fica uma loja da Cooper. Serão três opções para compras quase no mesmo endereço.

Vem aí o Viaduto dos Supermercados?

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo