Gata é resgatada na parede do Hospital Santo Antônio

O animal, que ainda é um filhote, passou dois dias sem água e comida

Gata é resgatada na parede do Hospital Santo Antônio

O animal, que ainda é um filhote, passou dois dias sem água e comida

Redação

Um animal foi resgatado no Hospital Santo Antônio na manhã desta sexta-feira, 11. A gata, que ainda é filhote, passou dois dias presa no interior de uma parede sem água e sem comida.

Quem percebeu o barulho foi o assessor de comunicação do hospital. Assim que eles confirmaram que eram miados, começaram a abrir um buraco na parede para salvar o felino. A parede é de tijolo maciço e tem aproximadamente 20 centímetros. Eles tiveram que abrir dois buracos para encontrar o gato. O trabalho levou mais de uma hora.

Assim que conseguiram resgatar a gata perceberam que ela ainda é um filhote. Ela estava muito assustada e tentou escapar, mas os funcionários conseguiram segurá-la. Assista o momento em que conseguiram tirá-la da parede.

A diretora do Hospital Santo Antônio, Izabel Casarin, se apaixonou pelo bichinho e resolveu adotá-la. Izabel já tem uma gata em casa, Nilia, que é do filho dela. Além de uma cachorra shitzu chamada Belinha. A nova integrante da casa vai se chamar Vida.

A diretora explica que não é a primeira vez que isso acontece no hospital. Ainda neste verão um pato selvagem fez um ninho grande em cima de um telhado. Os funcionários tiraram os ovos, mas a diretora ordenou que o ninho fosse mantido e conta que a ninhada foi enorme. Um dos colaboradores do hospital ficou com os animais os levou para um sítio particular.

“Não podemos fazer isso com os animais. Nós cuidamos de pessoas. A gente salva vidas. Vamos cuidar da vida deles também”, defende Izabel.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo