Governo do estado autoriza parcelamento de contas de luz para famílias de baixa renda

Serão 36 mil famílias beneficiadas em Santa Catarina

Governo do estado autoriza parcelamento de contas de luz para famílias de baixa renda

Serão 36 mil famílias beneficiadas em Santa Catarina

Redação

O governo de Santa Catarina divulgou novas medidas para reduzir o impacto financeiro em famílias carentes, anunciadas em coletiva na manhã deste sábado, 21.

As tarifas de energia elétrica de março e abril das famílias de baixa renda poderão ser parceladas em até 12 vezes a partir de maio. Serão 36 mil famílias beneficiadas. Nesta semana, o Executivo já tinha editado ação semelhante com a tarifa de água.

O governador Carlos Moisés (PSL) anunciou nesta coletiva que o número de casos de coronavírus em Santa Catarina passa dos 50.

Além disso, o governo ainda negocia com as indústrias a melhor forma de manter a produção. Nós estabelecemos uma métrica de 50% de trabalhadores nas indústrias em regiões de transmissão local, disse Moisés, mas ela não se adapta a todas as unidades. Segundo ele, é preciso ajustar as regras principalmente em agroindústrias, que envolvem grande número de trabalhadores e produção de itens essenciais.

O governo estuda ainda os efeitos do decreto de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa. Para Moisés, o decreto vai “nos facilitar na questão financeira e de dar respostas orçamentárias” ao problema. Segundo ele, o governo do estado deve realizar movimentos em breve para remanejamento financeiro já que haverá aumento da demanda de recursos, já anunciada pelo Executivo.

Mensagem aos profissionais da saúde

Ao fim da coletiva, o secretário de Saúde, Helton de Souza Zeferino, enviou uma mensagem aos profissionais de saúde. “Não esmoreçam. Todos os dias nós nos reunimos e pensamos em ações. Estamos planejando o envio de insumos no momento certo. Os senhores e as senhoras tem uma capacidade de trabalho que é elogiável em todos os níveis”, disse.

“Não há profissional mais ou menos importante. Todos envolvidos no processo são importantes. O olhar do Estado está sobre todos os profissionais da saúde. Que possamos sair fortalecidos e que Deus nos proteja nesse momento. Acreditamos muito em cada um dos senhores e das senhoras”, afirmou.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo