Hospital da Furb faz cirurgia de implante em gavião que teve perna amputada

Esse é o primeiro passo para dar uma prótese ao animal

Hospital da Furb faz cirurgia de implante em gavião que teve perna amputada

Esse é o primeiro passo para dar uma prótese ao animal

Redação

O Hospital Veterinário da Furb realizou uma cirurgia inédita na Universidade Regional de Blumenau: um implante de titânio em um gavião. A operação é o primeiro passo para que o animal receba uma prótese e tenha novamente uma perna esquerda.

A ave, conhecida como Gavião Pombo Grande, foi levada à Furb em novembro de 2020, pela Polícia Militar Ambiental. Ele foi resgatado e estava com ferimentos na perna esquerda, que precisou ser amputada.

Reprodução/Gilson Martins, Furb TV

Todos os procedimento foram idealizados e realizados pelo Serviço de Atendimento de Animais Silvestres de Blumenau, (Saasblu), que vem realizando o socorro deste tipo de animal no município. O veterinário e coordenador do Saasblu, Julio César de Souza, e o dentista e doutor em implantodontia, Ricardo Hochheim Neto – ambos professores da Furb – foram os responsáveis pela cirurgia.

Em entrevista a Furb TV, Souza explicou que o implante de titânio é uma espécie de uma base para onde será inserida a prótese. Porém, eles ainda precisam aguardar para saber como será a reação do animal.

Reprodução/Gilson Martins, Furb TV

Durante o período de avaliação, eles vão criar essa prótese por meio de uma impressora 3D. E assim que a ave estiver pronta, ela será implantada. Após a cirurgia, o animal deve ser mantido em cativeiro onde será cuidado pelos veterinários e não poderá retornar à natureza.

O objetivo, segundo Souza, é devolver a qualidade de vida ao gavião, para que ela possa voltar a ter capacidades básicas como ficar de pé normalmente e se locomover.

“Por mais que a gente restabeleça essas capacidades, essa perna com prótese não vai ter articulação como uma perna normal e ele não terá capacidade de expressar comportamentos naturais como faria com a perna íntegra, não terá os dedos articulados pra caçar animais”, explicou.

Fonte: Raquel Bauer/Furb TV

Confira a reportagem da Furb TV sobre o assunto


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo