Identificada mulher que morreu esfaqueada em Blumenau

Suspeito do crime segue foragido

Identificada mulher que morreu esfaqueada em Blumenau

Suspeito do crime segue foragido

Yasmim Eble

Foi identificada como Deniza Soares Kukul, de 29 anos, a mulher que morreu após ser esfaqueada pelo companheiro no bairro Fortaleza Alta, em Blumenau.

A vítima de feminicídio foi encontrada dentro do carro com um ferimento no pescoço feito por uma faca. Ela estava acompanhada pelo companheiro, o principal suspeito, e sua mãe, que presenciou o crime.

Deniza é natural de General Carneiro, mas morava em Blumenau com sua mãe, filhos e companheiro. Ela deixa enlutados mãe, pai, dois filhos, familiares e amigos. Diversos conhecidos lamentaram sua perda nas redes sociais.

“Você se foi e nos deixou um buraco, como vamos jogar aquele futebol que iríamos marcar. Não acreditamos tão nova, tão linda, tão feliz, vem um covarde e tira sua vida, te tira de nós”, relatou Fran Moraes, amiga da vítima.

“É amiga agora você virou uma estrelinha que tenho certeza que vai ganhar um céu lindo”, publicou outra amiga da vítima. O local do velório e do sepultamento não foram divulgados pelos familiares.

Sobre o crime

Na madrugada deste domingo, 28, uma mulher de 29 anos foi esfaqueada e morta após discussão na rua Theodoro Passold, no bairro Fortaleza Alta, em Blumenau. Principal suspeito é o namorado da vítima, de 37 anos.

A PM isolou o local para coletar o relato de testemunhas. A mãe da vítima estava no local e informou que estava se voltando para casa junto com sua filha e seu genro, um homem de 37 anos.

Uma discussão começou dentro do veículo, foi neste momento que o autor do crime parou o carro e desferiu um golpe de faca no pescoço da vítima. Ele fugiu do local a pé.

O autor do crime segue foragido.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo