+

Justiça muda modalidade de venda do Grande Hotel Blumenau

Nova tentativa será por pregão. Valor mínimo é de R$ 14 milhões.

Após leilões sem êxito e um pedido de venda direta ser indeferido, a alienação do ativo da massa falida do Grande Hotel Blumenau ocorrerá na modalidade pregão, conforme decisão publicada nesta sexta-feira, 21.

O imóvel com localização privilegiada na esquina da rua XV de Novembro com a Alameda Rio Branco, no Centro de Blumenau, tem 14 pavimentos e 8,3 mil metros quadrados de área construída, distribuída em 10 andares que englobam 88 apartamentos. Ele é avaliado em R$ 19 milhões e os móveis em quase R$ 399 mil.

“[..] Há a possibilidade de oferecimento de lances orais, aumentando, assim, a competição entre os interessados”, cita nos autos a juíza substituta vitalícia Vivian Carla Josefovicz, em atividade na 5ª Vara Cível da Comarca de Blumenau.

O valor mínimo será mantido em R$ 14 milhões, pois recentemente houve interessados no bem por essa quantia. Afim de facilitar a alienação dos bens, atentando à realidade do mercado, o valor de entrada, antes fixado em 25%, será de, no mínimo, 15%, enquanto o número total de parcelas, antes limitadas a 48, será de, no máximo, 72 – observada a correção monetária inerente ao período.

O ato será conduzido pelo Administrador Judicial, que deverá publicar o edital com 30 dias de antecedência informando data e horário para entrega das propostas fechadas a ocorrer na sala de audiências da 5ª Vara Cível, no Fórum da Comarca de Blumenau.

Abertas as propostas, o interessado que apresentar a melhor oferta bem aqueles com propostas não inferiores a 90% da maior proposta passarão à fase de lances orais. Elas serão feitas em sequência no mesmo local e data, vencendo aquele que apresentar o maior valor total.

Em caso de empate, vencerá a oferta com o maior valor de entrada persistindo o empate. Caso o empate persista, será vencedora a proposta que apresentar o menor número de parcelas

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo