+

Moradores comparam deslizamento na Pedro Krauss com o terror de 2008

Deslizamento atingiu duas residências na noite de terça-feira, bem ao lado do local que escorregou dez anos atrás

No início da noite desta terça-feira, 16, a comunidade da rua Pedro Krauss Sênior, no Vorstadt, passou por momentos que lembraram o terror da catástrofe climática de dez anos atrás, em 2008. Duas casas situadas em área de risco foram destruídas por um deslizamento de terra.

Uma das residências estava desativada há anos. A da frente, que aparece em um vídeo gravado no momento da tragédia, era de um idoso que não estava no local. Segundo informações de vizinhos, o morador tem passado as últimas semanas na casa da filha, em outro bairro.

“Ele só vinha aqui para buscar roupas e alimentar o cachorro”, conta Sérgio Luiz dos Santos, que mora em frente ao terreno que cedeu, enquanto retira o barro e mato acumulados ao longo de toda a rua. Outros moradores fizeram o mesmo pela manhã desta quarta-feira.

Bianca Bertoli

Sérgio estava assistindo televisão quando a chuva começou a cair com mais força. Ao ouvir os estalos que vinham das árvores do terreno do outro lado da rua, foi para a janela de casa observar a vegetação e a água que escorria pela via:

“Uma hora deu uns estralos mais fortes e o barro veio levando tudo”, lembra.

O cão e o carro do dono da residência atingida ficaram intactos. Foram os únicos. Todos os objetos de dentro da casa ficaram completamente destruídos. Ao lado, outras duas residências estão em ruínas desde 2008, quando também foram atingidas por deslizamento de terra.

A Defesa Civil deve passar pelo local nesta quarta-feira, 17, para avaliação e análise do solo. Segundo o secretário de Defesa do Cidadão, Rodrigo Quadros, a prioridade é visitar os locais que correm risco de desabamento e depois seguir para onde não há mais solução.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo