O que é acroyoga, prática que fez casal de Blumenau ser destaque nas redes sociais

Alaíse Stringari e Marcelo Panetone viajam o mundo e compartilham fotos inusitadas com poses de acroyoga na internet

O que é acroyoga, prática que fez casal de Blumenau ser destaque nas redes sociais

Alaíse Stringari e Marcelo Panetone viajam o mundo e compartilham fotos inusitadas com poses de acroyoga na internet

Kamile Bernardes

Unidos por uma paixão em comum, os moradores de Blumenau Alaíse Stringari e Marcelo Panetone construíram uma história juntos. Através do trabalho com a acroyoga – parte acrobática do yoga -, os profissionais criaram uma relação de parceria e amizade, que mais tarde, se transformou em um romance. 

Um ao lado do outro, o casal viaja o mundo e leva a acroyoga na bagagem. A cada nova visitação, fazem um registro em foto ou vídeo, que transmite a personalidade e o amor pela prática. Eles compartilham momentos, experiências e se destacam nas redes sociais. Ele com mais de 27 mil seguidores no Instagram, e ela com mais de 12 mil.

“Nossas redes sociais sempre foram focadas na parte acrobática! As fotos ficam lindas e são inspiradoras, primeiramente pra nós! Serve tanto de lembranças como de pesquisas para o nosso trabalho! Naturalmente nosso estilo de vida foi se moldando e começamos a dividir um pouco de tudo, mantendo o foco no trabalho”, conta Alaíse.

Casal em Riva del Garda, na Itália. Foto: Arquivo pessoal

O que é acroyoga

A acroyoga mescla acrobacias de circo, com posturas e a calma do yoga. Dentre os ganhos com a prática, está a mobilidade, força, consciência corporal e diminuição da ansiedade.

“Além de ser uma atividade super prazerosa, para mim é uma ferramenta de autoconhecimento! Tudo que o corpo trabalha, reflete no emocional! A prática te faz acreditar mais em si, e no outro! Te faz conquistar coisas que você julgava impossível, e te faz desbloquear muitos medos e inseguranças”, assegura Alaíse.

Marcelo explica o que diferencia a yoga da acroyoga: “o yoga é sozinho, individual, uma prática que te traz muito pra si. Mesmo estando em turma, ou com o professor, é uma prática interna. A acro eu gosto de dizer que é a parte de brincadeira, a parte divertida do yoga, porque você pratica em dupla, trio, quarteto, grupo e tem muita coisa que dá pra fazer”.

Casal Alaíse e Marcelo, profissionais em acroyoga. Foto: Bruno Messina

Caminhos se cruzam

Alaíse tem 36 anos, é natural de Jaraguá do Sul e veio para Blumenau fazer faculdade de fisioterapia. Ela está formada há 14 anos e, após vir morar no município, nunca mais se mudou. Em 2011, três anos depois de finalizar a faculdade, abriu o Corporis Studio de Pilates, que atualmente possui dois endereços na cidade.

A acroyoga surgiu na vida de Alaíse em 2015, durante um curso profissionalizante. Ela gostou muito da prática e decidiu buscar mais conhecimento sobre, foi quando seu caminho  se cruzou com o do atual marido.

“Amei demais, e decidi ir atrás, mas não era comum achar sobre o assunto! Foi nessas buscas sobre o assunto que encontrei o perfil do Panetone, e assim descobri um curso somente de acro”, relembra.

Casal Alaíse e Marcelo, profissionais em acroyoga. Foto: Bruno Messina

Marcelo tem 40 anos e nasceu no Rio de Janeiro. Na cidade natal, ele trabalhava como perito em um cartório de notas, porém, pratica e cultiva a paixão pela acroyoga há 14 anos. Naquela época, mantinha uma renda extra com a atividade. 

 “Sempre fui fã de movimentar o corpo e fazer coisas diferentes. Eu sou um carioca bem atípico, eu não gosto de futebol, acho um saco, na verdade, e nunca fui muito fã dos esportes que todo mundo pratica, sempre gostei de coisas diferentes e quando a acroyoga apareceu na minha vida foi ‘uou, o que é isso?’ Comecei a treinar, praticar e me dedicar mais”, explica Marcelo.

Alaíse conta que começaram a conversar pela internet e ele passou a ensiná-las algumas posturas por áudio de WhatsApp. Em uma oportunidade, Marcelo veio para Florianópolis dar um workshop sobre a prática. Na ocasião, eles se conheceram pessoalmente, pois Alaíse participou como aluna do workshop. 

Casal Alaíse e Marcelo, profissionais em acroyoga. Foto: Bruno Messina

Uma nova vida

Como Alaíse é proprietária dos estúdios em Blumenau, convidou Marcelo para vir dar um workshop. O que seria apenas uma aula, acabou se tornando várias. Assim, a proximidade entre os dois crescia cada vez mais. 

Um mês depois, ela foi até o RJ fazer um curso. Ali, a história deles como casal se iniciou de fato e passaram a se encontrar algumas vezes durante seis meses. Mais tarde, a empreendedora fez um convite para ele se mudar para Blumenau e trabalhar apenas com a acroyoga.

Para seguir a oportunidade, Marcelo deixou para trás o emprego de 11 anos no cartório, e também a cidade natal. Atualmente, ele se dedica 100% à acro. Em 2017, eles fizeram uma formação internacional em acroyoga.

Casal Alaíse e Marcelo, profissionais em acroyoga. Foto: Bruno Messina

Mais que uma profissão

Além de ser a responsável pelo encontro de Alaíse e Marcelo, a acroyoga é até hoje uma das bases do relacionamento deles e esteve presente em todas as semanas dos sete anos em que estão juntos. Mas não apenas como profissão, nas palavras de Alaíse, é algo que “faz parte do nosso momento! Uma atividade em casal”. 

No ambiente profissional, o casal oferece um material on-line para praticantes, com aulas curtas e didáticas, e também aulões e cursos presenciais. Além disso, oferecem, nos estúdios, aulas particulares ou em dupla.

Alaíse e Marcelo no Parque Ramiro Ruediger. Foto: Arquivo pessoal

Viajando juntos

Outra paixão marcante na vida do casal são viagens. O interesse surgiu ainda no ano em que se conheceram. Alaíse ia fazer sua primeira viagem internacional e convidou Marcelo para acompanhá-la. Ele aceitou e, desde então, já desbravaram juntos diversos destinos. 

“Iniciamos juntos a paixão por viagens, e permanece até hoje! Chegamos inclusive a fazer trabalhos de fotos para alguns hotéis da região! Viajar passou a ser algo necessário, como que um objetivo anua! Quando não é possível viajar para longe, desbravamos os locais próximos! O que vale é conhecer novos locais, saber da história, conhecer pessoas”, conta Alaíse.

O destino favorito do casal é a Itália, local onde eles dizem sentir uma forte conexão. A viagem mais marcante foi 2022, quando Alaíse e Marcelo se casaram na região das Dolomitas. Além disso, conheceram locais que estavam na lista de desejos e lecionaram o primeiro workshop de acroyoga em outro país. Na cidade de Rimini, litoral da Itália, eles deram aula para 15 pessoas.

Recentemente, o casal decidiu trazer para Blumenau os sabores da Itália e se aventurar em um novo negócio. Eles abriram uma gelateria italiana, na Alameda Rio Branco.

Confira: Saiba o que são as gelaterias que foram inauguradas recentemente em Blumenau

Novos objetivos

Para o futuro, o casal pretende se desenvolver cada vez mais como professores e praticantes. Eles também desejam poder espalhar ainda mais a paixão pela prática e, talvez, formar novos professores.


Assista agora mesmo!

Sargento Junkes e Banda Cavalinho se reúnem no Bar da Zenaide para boas risadas e muita música:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo