+

Pais de alunos de Blumenau organizam manifestação pelo retorno das aulas presenciais

Proposta é que famílias possam decidir se crianças e adolescentes voltarão à escola ou não

Pais de alunos matriculados em escolas de Blumenau organizaram uma manifestação para este sábado, 26. O protesto acontecerá na praça em frente à Prefeitura de Blumenau, a partir das 9h30.

O movimento entende que a decisão vem do decreto estadual e se manifesta contra os 200 dias consecutivos sem atividades presenciais. Mães, pais e responsáveis pelos colégios buscam o retorno das aulas a partir de 13 de outubro.

A proposta é que os pais decidam se os filhos devem ou não voltar à escola. Cientes de que serão necessários procedimentos sanitários dentro e fora da sala de aula e compreendendo que escolas públicas podem não ter recursos para manter as medidas.

A advogada Maria Tereza Peters relata que, mesmo não querendo mandar os filhos para a escola, não encontra alternativa para manter o trabalho e a rotina. Os pequenos, de 3 e 5 anos, foram fortemente afetados pelo isolamento.

“Meu marido, do ramo da construção, está trabalhando mais do que antes. Eu, logo preciso voltar a atuar presencialmente no Fórum. Minha mãe trabalha e minha sogra é do grupo de risco. Quem vai ficar com meus filhos? Eu estou tendo que dar conta de todo meu serviço e ser faxineira, cozinheira, professora, pedagoga, recreadora, mãe, advogada e empresária”, desabafa.

A blumenauense conta que, há poucos dias, o caçula vestiu o uniforme escolar, arrumou a mochila, colocou a máscara e pediu para ser levado à escola. Os dois pedem para rever os amigos e professores.

“A cidade inteira está funcionando e nossos filhos estão chorando dentro de casa. Quem menos corre risco é quem está sendo obrigado a ficar em casa. Se meu marido tá todo dia na rua, que diferença faz?”, questiona.


Quer receber notícias diretamente no seu celular? Clique aqui e entre no grupo de WhatsApp do jornal

Prefere ficar bem informado pelo Telegram? O jornal tem um canal de notícias lá. Clique aqui para participar

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo