Pedro Parente pede demissão da Petrobras após greve dos caminhoneiros

Saída do executivo foi anunciada após reunião com o presidente Michel Temer

Pedro Parente pede demissão da Petrobras após greve dos caminhoneiros

Saída do executivo foi anunciada após reunião com o presidente Michel Temer

Redação

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira, 1º de junho. O comunicado foi feito em fato relevante divulgado ao mercado. Parente se reuniu com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

O comunicado da Petrobras informa que “a nomeação de um CEO interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras ao longo do dia de hoje. A composição dos demais membros da diretoria executiva da companhia não sofrerá qualquer alteração”.

O pedido de demissão veio após intensa pressão política provocada pela greve dos caminhoneiros, que pararam o país por 10 dias para exigir a redução do preço do óleo diesel, controlado pela Petrobras.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo