Primeiro brasileiro campeão da NBA, blumenauense Tiago Splitter anuncia aposentadoria

Jogador fez anúncio em entrevista ao canal de televisão SporTV

Primeiro brasileiro campeão da NBA, blumenauense Tiago Splitter anuncia aposentadoria

Jogador fez anúncio em entrevista ao canal de televisão SporTV

Redação

O jogador de basquete blumenauense Tiago Splitter anunciou neste fim de semana que deixará as quadras. Primeiro brasileiro campeão da NBA, a liga de basquete dos Estados Unidos, o pivô vem enfrentando seguidas lesões no quadril nos últimos anos. Para retornar às quadras, teria de passar por mais uma cirurgia.

Em entrevista ao canal de televisão SporTV, Splitter disse que analisou a situação em conjunto com a família e decidiu parar de jogar profissionalmente.

“É uma decisão que tomei nesses últimos meses, não é uma coisa que eu quero, mas a lesão que tive no quadril está sendo mais problemática do que a gente achava. É um momento difícil porque você para de fazer uma coisa que fez a vida inteira. Eu me lembro de estar em uma quadra de basquete desde que lembro da minha pessoa. Conversei com minha família, minha esposa, todo mundo e, realmente, chegou o momento de pendurar o tênis”, anunciou.

Criado nas categorias de base do Ipiranga, em Blumenau, Splitter atuou em seleções de base desde criança. Aos 15 anos transferiu-se para o Tau Cerámica, da Espanha, onde permaneceu até 2010. De lá, foi contratado pelo San Antonio Spurs, time de ponta da NBA. Em 2014, ajudou o time a conquistar o título da liga norte-americana – feito inédito para um brasileiro.

Em 2015, transferiu-se para o Atlanta Hawks. No ano seguinte, uma primeira grande decepção: Splitter teve de fazer uma cirurgia e por isso ficou de fora da Olimpíada do Rio de Janeiro. Em 2017, nova transferência: agora para o Philadelphia 76ers. Porém, devido a novas lesões, ele estava afastado das quadras há 10 meses.

Seleção Brasileira

Tiago Splitter defendeu seleções de base desde a época de Ipiranga. Pela Seleção principal, jogava desde 2002. Fez parte da geração que levou o Brasil de volta a uma Olimpíada após 16 anos, em Londres 2012. Ele disputaria a segunda Olimpíada no Rio, mas as lesões não permitiram.

Imprensa

Impossibilitado de disputar os jogos do Rio, em 2016, ele foi convidado a comentar as partidas pela TV Globo. Desde então, durante os períodos de inatividade devido às lesões, frequentou aulas de Jornalismo nos Estados Unidos. Recentemente, Splitter lançou um canal no YouTube. Trabalhar com a mídia esportiva é uma das possibilidades profissionais do agora ex-atleta.

Neste fim de semana, ele participou da cobertura do All Star Weekend, evento da NBA com os destaques da temporada. Entre outros, ele entrevistou o astro Lebron James, agora ex-adversário das quadras. A transmissão foi feita para os canais da NBA no Brasil.

Arquivo Pessoal
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio