“Sinto falta de um autódromo em SC para mostrar nosso trabalho”, diz Cacá Bueno

Piloto veio a Blumenau e falou sobre desafios na carreira, planos para o próximo ano e a relação que tem com Santa Catarina

“Sinto falta de um autódromo em SC para mostrar nosso trabalho”, diz Cacá Bueno

Piloto veio a Blumenau e falou sobre desafios na carreira, planos para o próximo ano e a relação que tem com Santa Catarina

Bianca Bertoli

Aos 42 anos, Carlos Eduardo dos Santos Galvão Bueno Filho, ou apena Cacá Bueno, é dono de cinco títulos no Stock Car Brasil e de três na Copa Fiat. Ele esteve no centro automotivo Chefe do Óleo, em frente ao Campus 1 da Furb, na rua São Paulo, para um uma ação publicitária da empresa de lubrificantes Castrol. Sorridente, Cacá conversou com jornalistas na manhã desta quinta-feira, 9.

Em entrevista ao Município Blumenau, o piloto lamentou o fato de Santa Catarina não ter um autódromo, reflexo da falta de incentivo das federações e confederações brasileiras com o esporte – o que, para ele, é um dos principais motivos para o país não ter emplacado um piloto na Fórmula 1 nos últimos tempos.

Cacá, que é filho do narrador Galvão Bueno, falou da carreira – e do incentivo da família -, dos títulos já conquistados e dos planos para o próximo ano. Dividiu também qual a solução, na visão dele, para reduzir o número de mortes nas estradas brasileiras. Confira a entrevista completa:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo