+

Vereador afirma que há irregularidades em gratificações de servidores da Prefeitura de Blumenau

Segundo Ito de Souza (PL), 240 pessoas estão recebendo benefício sem justificativa

O vereador Ailton de Souza, o Ito (PL), apresentou uma representação no Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC) alegando que servidores comissionados da Prefeitura de Blumenau estão recebendo gratificações de representação de forma irregular. O TCE concluiu previamente que há irregularidade.

De acordo com Ito, 240 pessoas recebem o benefício sem justificativa. Os pagamentos somam R$ 3 milhões ao ano. Entre eles estão diretores, gerentes, assessores e intendentes. O pedido dele é que o pagamento seja suspenso.

“Esse dinheiro poderá ser utilizado para construção de creches, pavimentações de ruas, na educação, compra de medicamentos, entre outras necessidades da nossa cidade”, justifica o parlamentar.

O valor, previsto em lei municipal, pode chegar a 50% do salário do servidor. Ele é previsto para repor despesas individuais que o trabalhador pode ter no cumprimento da função. Em Blumenau, o valor costumava ser de 30%, mas caiu para 17% em abril por conta da crise financeira causada pela pandemia.

Entretanto, por serem comissionados, a lei entende que o pagamento destes servidores já “pressupõe regime especial de dedicação e representação”, explica o Tribunal de Contas.

O TCE reconheceu a representação e publicou em 17 de junho uma determinação para que o prefeito Mário Hildebrandt se justifique sobre o caso. A Prefeitura de Blumenau alega que ainda não foi notificada, portanto não pode se posicionar sobre o assunto.


Ainda não está no grupo de notícias do jornal no WhatsApp? Clique aqui e entre agora mesmo.

Você tem Telegram? O jornal tem um canal de informações lá. Clique aqui e participe.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo