+

VÍDEO: Família de Blumenau pede ajuda para reconstruir casa e manter despesas médicas

Além das gêmeas com paralisia cerebral, o pai da família fraturou a perna e mãe sofre com transtornos psicológicos

Terezinha e Valdir Bechtold moram na Itoupavazinha, onde criaram os três filhos. Porém, em condições totalmente inesperadas. Naturais de Atalanta, após terem Douglas, o mais velho, vieram as gêmeas Dayse e Daiana.

Prematuras, elas são portadoras de paralisia cerebral. Aos 38 anos, elas são completamente dependentes dos pais e do irmão. Apesar de ser casado e ter outras responsabilidades, Douglas acaba dedicando muito tempo ao cuidado da família.

Há cerca de um mês, Valdir sofreu uma queda. Com a perna fraturada, ele precisa passar por uma cirurgia e passa boa parte do dia acamado. Por conta de todas as responsabilidades, Terezinha acabou desenvolvendo transtornos psicológicos e também precisa de tratamento.

Porém, a maior preocupação da família no momento, é a casa. Construída em madeira há muitos anos, o imóvel foi quase completamente destruído pelo tempo e por cupins. Além dos gastos com os tratamentos, a família busca ajuda para reconstruir o lar.

Veja o vídeo gravado por Douglas:

Vaquinha online

Tocada pela história da família, Eduarda Marconcini lançou uma campanha na internet para arrecadar dinheiro para os Bechtold. Colega de trabalho de um primo das gêmeas, ela busca doações pelas redes sociais.

“Acredito que se cada pessoa doar um pouquinho de si, conseguiremos juntos dar dignidade para eles”, comenta a moradora de Atalanta.

Os R$ 25 mil serão usados para construir o novo espaço e bancar uma auxiliar para cuidar das gêmeas até que os pais se recuperem. Além de contribuir com dinheiro, a família também aceita doações.

A residência fica localizada na rua Arthur Henschel, 40, bairro Itoupavazinha. Doações de materiais de construção, móveis ou qualquer tipo de ajuda podem ser feitas diretamente com o filho Douglas no telefone 47 98852-3483.

Para quem preferir fazer um depósito diretamente na conta de Daiana Bechtold, o número da conta corrente no Banco do Brasil é 1240186-2, agência 2307-8 e CPF 009.471.399-58.

Eduarda garante que, no fim da arrecadação, ela e Wagner, primo das gêmeas e de Douglas, prestarão contas de todo o uso do dinheiro. Novidades sobre o caso podem ser conferidas no Instagram dela.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo