Vítima de acidente em decorrência do ciclone precisa de doação de sangue

Marcelo Guerreiro Chaves Filho pode receber tipos O+, O-, B+ e B-

Vítima de acidente em decorrência do ciclone precisa de doação de sangue

Marcelo Guerreiro Chaves Filho pode receber tipos O+, O-, B+ e B-

Redação

A família de Marcelo Guerreiro Chaves Filho, gravemente ferido após acidente em decorrência do ciclone de terça-feira, 30, pede por doação de sangue. São aceitos os tipos O+, O-, B+ e B-.

É possível doar nas unidades de Florianópolis e Blumenau do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc), em nome de Marcelo Guerreiro Chaves Filho. Ele está internado no Hospital Ruth Cardoso

É possível agendar a doação no Hemosc de Blumenau por meio do número (47) 3222-9800

O que é necessário para doar:

  • Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
  • O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
  • O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
  • Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
  • Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG., carteira profissional, carteira de motorista, etc.
  • Ter repousado bem na noite antes da doação;
  • Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;
  • Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
  • Evitar vir acompanhado com crianças, sem acompanhantes.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo