Bruno Monteiro, 32 anos, começou sua paixão pelo esporte através da natação. Incentivado pelos seus pais, junto com seus irmãos. Além da água, foi despertada também sua paixão por corrida e bike, tornando-se assim um triatleta.

Migrou sua carreira para o triatlo em 2004, conquistando uma vaga para o Campeonato Mundial da modalidade na distância olímpica em 2005 na cidade de Honolulu, Havaí (EUA).

Em 2006 entrou para o exército com o objetivo de ser atleta, mas acabou decidindo se dedicar na busca de se tornar um oficial R2 – força militar de reserva, que forma um conjunto de tropas disponível para lutar ou ser convocado em caso de guerra ou urgente necessidade.

“Estava tudo muito bem encaminhando, quando em 2009 sofri uma ruptura na vértebra lombar e precisei colocar quatro parafusos, duas placas e realizar um enxerto ósseo para conseguir andar novamente”, comenta Bruno. Esta ruptura deveu-se ao esforço feito no exército junto o esporte militar.

Em 2014 conheceu sua atual esposa, Sarah Spengler Monteiro, que hoje é um grande apoio para suas conquistas.

Foto: Thiago Tribess

“No início, quando namorávamos, Sarah achava isso tudo uma loucura. Minha rotina, minha vida anti-social, minhas dietas, treinos… eu vivia cansado. Decidimos que pararia por um tempo para a saúde do nosso relacionamento e que após o casamento retomaríamos os treinos, e hoje além da minha esposa, minha amiga, ela é minha staff”, comenta Bruno.

Sarah acompanha seu esposo nos treinos longos, de bike ou de carro, faça chuva ou faça sol. A noite ela foca na sua dieta.

Após a ruptura e depois do casamento, ele foi aos poucos conquistando as provas mais longas, conquistando em 2018 a 11º colocação em seu primeiro Full Ironman. Todo o treinamento foi planejado pelo irmão, que o apoiou muito.

“Tudo na nossa vida exige esforço, você só precisa ter amor àquilo que faz”, diz Bruno.

A rotina do triatleta começa às 4h, entre dietas e treinos diários para busca de novas conquistas.

Neste ano de 2019, Bruno disputou o Ironman Brasil, ficando em terceiro lugar, conquistando assim a vaga para os dois campeonatos mundiais da prova, na França. Conhecido por sua dedicação, treinos na madrugada, administrando sua empresa, família e eventos, Bruno vem buscando incansavelmente uma vida de atleta profissional.

Deixe uma resposta