+

Após suspender viagens, 123Milhas pede recuperação judicial

Pedido é de R$ 2,3 bilhões

A empresa 123milhas entrou com um pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça de Minas Gerais nesta terça-feira, 29. O valor total da causa é de R$ 2,3 bilhões.

Segundo a empresa, a recuperação judicial tem como objetivo assegurar o cumprimento dos compromissos assumidos com clientes, ex-colaboradores e fornecedores. “A recuperação judicial permitirá concentrar em um só juízo todos os valores devidos. A empresa avalia que, desta forma, chegará mais rápido a soluções com todos os credores para, progressivamente, reequilibrar sua situação financeira”, informou em nota.

No dia 18 de agosto, a agência de viagens suspendeu a emissão de passagens para embarques previstos entre setembro e dezembro deste ano, por “motivos alheios à sua vontade”.

A empresa garante que permanece fornecendo dados, informações e esclarecimentos às autoridades competentes sempre que solicitados.

A Defensoria Pública de Minas Gerais entrou com uma ação civil pública contra a 123Milhas Viagens e Turismo e sua sócia Novum Investimentos Participações, pedindo que a empresa faça a emissão das passagens aéreas contratadas ou que indenize os consumidores lesados pela suspensão de serviços. A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) também notificou a empresa para prestar os esclarecimentos.

Em sete anos, a empresa conhecida por oferecer passagens com milhas áreas foi responsável pelo embarque de 15 milhões de clientes para destinos nacionais e internacionais.

CPI

Convocados a prestar esclarecimentos nesta terça-feira, 29, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Pirâmides Financeiras na Câmara dos Deputados, os sócios da 123milhas enviaram ofício alegando que não foram formalmente intimados pela CPI e que tiveram ciência da convocação apenas por notícias veiculadas na internet.

O presidente da CPI, deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), remarcou os depoimentos de Ramiro Júlio Soares Madureira e Augusto Júlio Soares Madureira para quarta-feira, 30. Caso não compareçam, Ribeiro irá requerer a condução coercitiva dos empresários.

Leia também:

1. VÍDEO – PRF encontra pássaros silvestres caçados ilegalmente dentro de porta-malas na BR-470, em Blumenau
2. Atleta de Blumenau conquista ouro no Campeonato Pan-americano de Karatê no Chile
3. Trator tomba e deixa trabalhador ferido em Timbó
4. Saiba para quando está prevista inauguração e onde será restaurante Mundo Animal em Blumenau
5. Justiça determina que prefeitura exume e transfira corpo de homem enterrado ao lado de seu assassino em Brusque


Assista agora mesmo!

No bar da Zenaide, Sargento Junkes bate papo com o protetor animal Diogo Orsi:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo