+

Condenado homem que matou o pai por não gostar de ouvir seus conselhos em SC

Crime aconteceu em abril de 2018

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) obteve a condenação do homem que matou o pai por não gostar de ouvir seus conselhos para que deixasse a ociosidade de lado. A Promotora de Justiça Cassilda Santiago Dallagnolo atuou no Tribunal do Júri, conduzindo a acusação.

Os jurados reconheceram o crime de homicídio qualificado, com emprego de fogo. O Juízo, por sua vez, fixou a pena em 17 anos e 26 dias de reclusão em regime inicial fechado.

Crime

O fato aconteceu em 1º de abril de 2018, no bairro Centenário, em Lages. Segundo consta nos autos, naquela madrugada o réu Jonathan Oliveira de Lima, conhecido como “Alemãozinho”, atacou o pai com uma faca, causando várias lesões em seu corpo.

Na sequência, ele incendiou a casa onde ambos moravam para assegurar a execução do crime e também para simular outra causa para a morte do homem. A residência foi totalmente destruída pelo fogo e a vítima morreu carbonizada, conforme cita o laudo cadavérico.

Desfecho

Alemãozinho matou o próprio pai por não gostar de ouvir conselhos para que deixasse a ociosidade de lado e adotasse um novo estilo de vida. Ele foi julgado e condenado quatro anos e oito meses após o homicídio e possui outros antecedentes criminais.

A Promotora de Justiça Cassilda Santiago Dallagnolo diz que a justiça foi estabelecida pelo Conselho de Sentença. “Os jurados analisaram todos os detalhes do crime e concluíram que o caminho era a condenação, para alívio da sociedade lageana”, diz ela.

Leia também:

1. Ministério Público pede júri popular para acusados de matar criança de 11 anos em Timbó
2. Desfile de Natal em Blumenau terá audiodescrição pela primeira vez
3. Identificado homem encontrado morto em telhado de empresa em Blumenau
4. VÍDEO – Picolé e piscina são usados para espantar calor dos animais no Zoo Pomerode
5. Tributo homenageia Frank Sinatra em Joinville; confira quando e onde

– Assista agora:
Zoo de Pomerode: bastidores, perrengues com macaco e novos animais

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo