Covid-19: avião vai à Índia buscar 2 milhões de doses de vacina nesta quinta, diz Pazuello

Ministro da Saúde afirmou o retorno no próximo sábado, 16, com a vacina de Oxford, desenvolvida em parceria com a AstraZeneca

Covid-19: avião vai à Índia buscar 2 milhões de doses de vacina nesta quinta, diz Pazuello

Ministro da Saúde afirmou o retorno no próximo sábado, 16, com a vacina de Oxford, desenvolvida em parceria com a AstraZeneca

Redação

Nesta quarta-feira, 13, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que um avião vai decolar em direção à Índia para buscar as duas milhões de doses da vacina da Covid-19. São doses produzidas pela Universidade de Oxford, em parceria com a AstraZeneca. Elas serão importadas pelo laboratório indiano Serum.

A informação foi divulgada durante um pronunciamento sobre as ações do ministério no Amazonas. De acordo com Pazuello, o retorno com o imunizante ao Brasil será no sábado, 16. É um dia antes de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidir se aprova ou não o uso emergencial das doses importadas.

“É o tempo de viajar, apanhar e trazer. Já está com o documento de exportação pronto. Data de decolagem para o dia 16. Então, quando nós tivemos a posição da Anvisa, nós temos o material para distribuir”, disse.

Pedido de uso emergencial

No dia 2 de janeiro, a Anvisa aprovou um pedido feito pela Fiocruz para importação das duas milhões de doses da vacina. O pedido de uso emergencial da vacina à Anvisa foi entregue na última sexta, 8.

Já nesta terça, 12, a agência informou que a reunião para definir a autorização emergencial das vacinas está prevista para domingo, 17.

Vacinação em janeiro

Durante o pronunciamento feito em Manaus (AM) nesta quarta, o ministro afirmou que a partir de liberação da Anvisa, o governo terá 8 milhões de doses de dois tipos de vacina contra a Covid-19. Portanto, Pazuello garantiu que o país começará a vacinar ainda neste mês.

Serão 6 milhões de doses da CoronaVac, que é produzida pelo Butantan em parceria com o laboratório Sinovac. Além das duas milhões de doses da vacina de Oxford importadas da Índia.

O general afirma que a vacina será distribuída simultaneamente em todos os estados e que será seguida a proporção da população. O ministro ainda reforçou que a distribuição da vacina será feita em até quatro dias após a aprovação do uso emergencial feito pela Anvisa.

Atualização – 13/01/2021; 13h58

Após ter informado que as vacinas seriam buscadas nesta quarta-feira, 13, a companhia aérea responsável, Azul, corrigiu e afirmou que o avião irá na quinta-feira, 14.


Receba notícias no seu WhatsApp: basta clicar aqui para entrar no grupo do jornal

Clique aqui e inscreva-se no canal no YouTube do jornal O Município Blumenau. Vem muita novidade por aí!

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo