+

Empresa de Gaspar é a maior do Sul do país, segundo revista; nove blumenauenses estão no ranking

Bunge Alimentos segue na liderança como a maior empresa da região Sul do Brasil

A empresa Bunge Alimentos, de Gaspar, é a maior do Sul do país. Já Blumenau aparece com nove empresas no ranking chamado de 500 Maiores do Sul, feito pela revista Amanhã. Realizada anualmente há 33 anos, a premiação é um dos mais tradicionais índices de reconhecimento empresarial do país. A lista com a avaliação de 2022 foi divulgada na terça-feira, 17.

A empresa Bunge Alimentos, de Gaspar, se manteve na liderança, conquistando novamente o primeiro lugar como maior do Sul.

Empresas blumenauenses

A primeira empresa de Blumenau a aparecer no ranking é a Central Ailos, na 58ª posição. Em seguida, vem a Cia Hering, do ramo têxtil, em 87º lugar. Na 245ª colocação, está a Senior Sistemas. Outras empresas da cidade que também aparecem no ranking são: Electro Aço Altona, Unimed Blumenau, Gráfica 43, Silmaq, Karsten e, por fim, a Premier Veículos.

Confira a colocação das empresas:

Empresas do Vale Europeu

Além de Blumenau, empresas de outras cidades do Vale Europeu também se destacam e aparecem no ranking. Contudo, em comparação à avaliação de 2021, a maioria das empresas da região caíram de posição na lista, com exceção da Central Ailos, Metisa Metalúrgica, Senior Sistemas, que subiram.

Há também a Cia Hering e a empresa Zen, que na edição passada não apareceram no ranking, já nesta, ocupam a 87ª e 388ª posições, respectivamente.

Confira as empresas do Vale Europeu no índice:

 

100 maiores do estado

A Revista Amanhã também produz o ranking das 100 maiores empresas de cada estado do Sul. Na lista de Santa Catarina, os empreendedores de Blumenau e região também tiveram destaque.

Confira como ficou o ranking das 100 maiores do estado:

Sobre o índice

O índice das 500 maiores empresas do Sul do Brasil reflete, de forma equilibrada, o tamanho e o desempenho destas empresas, a partir de um cálculo que considera os três grandes números do balanço: patrimônio líquido (que tem peso de 50% no cálculo do VPG), receita líquida (40%) e lucro líquido ou prejuízo (10%).

Leia também:

1. Histórica empresa blumenauense tem mudança na presidência após 10 anos; conheça o novo gestor
2. VÍDEO – Mulher furta celular de loja na rua XV de Novembro, em Blumenau
3. VÍDEO – Motorista destrói ponto de ônibus após colisão em Blumenau
4. Celesc não realizará corte de energia de afetados pelas chuvas em Blumenau
5. Conheça a história da Banda Cruzeiro e de seu fundador Henrique Rothbarth


Veja agora mesmo!

Clube de Caça e Tiro Itoupava Rega mantém tradições perdidas na região:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo