Gaspar planeja Parque Náutico para conectar população ao rio

Praça deve reunir pistas para ciclistas, playground, resgate histórico da cidade e interação com a água

Gaspar planeja Parque Náutico para conectar população ao rio

Praça deve reunir pistas para ciclistas, playground, resgate histórico da cidade e interação com a água

Uma praça pensada especialmente para a contemplação do rio, integrando a água à cidade e possibilitando a conexão com atividades náuticas. O Parque Náutico de Gaspar tem a proposta de integrar a comunidade com o rio Itajaí-Açu.

Além do acesso à água para quem quiser atracar o barco ou jet ski, o local deve resgatar também a história da cidade. Uma das ideias do projeto inicial desenvolvido pela prefeitura é construir uma réplica de um barco utilizado na época da colonização.

O local ainda contaria com um bosque, pistas para ciclistas, playground, equipamentos de ginástica e uma passarela que cruzaria a rodovia Jorge Lacerda, ligando o parque ao ginásio João dos Santos.

Planejado para ser construído às margens da Rodovia Jorge Lacerda, na cabeceira da Ponte do Vale, a prefeitura de Gaspar busca mais do que uma forma facilitada de acessar o rio.

“Já se discutia a utilização dessa área há um bom tempo, porque agora não existe um espaço público para contemplação do rio”, explica o secretário de planejamento da cidade, Cleverton Batista.

O início das obras da praça atrasou por conta de problemas com os editais de licitação. Inicialmente, houve uma mudança de modalidade. Em seguida, as empresas apresentaram dificuldade em participar pois não era permitido consórcio entre diferentes áreas.

O projeto precisará integrar obras distintas, desde um píer e um atracadouro para o rio até a área paisagística da praça. Permitindo este consórcio entre empresas, um novo edital foi publicado neste mês, com abertura dos envelopes marcada para dia 24.

A previsão da prefeitura de Gaspar é de que o projeto seja finalizado em até seis meses. Ou seja, as obras podem iniciar até o final deste ano.

Projetos de lazer em Gaspar

Uma outra praça, de 80 mil metros quadrados, também deve ser construída na avenida Francisco Mastella, no bairro Sete de Setembro. O local contaria com um lago, uma quadra esportiva, espaço para atividades físicas e estacionamento.

Ainda em fase de planejamento também está um mirante, que seria localizado em frente à praça Getúlio Vargas, que fica na Prefeitura de Gaspar. Este seria mais um projeto voltado para a contemplação do rio Itajaí-Açu.

Os custos destes projetos devem ser bancados pelo município, que já dispõe de uma verba de R$ 1,5 milhão do Ministério do Turismo e outro montante de R$ 5 milhões vindos de uma linha de crédito da Caixa Econômica Federal.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo