Interdição da rua Humberto de Campos altera trajeto de sete linhas do transporte coletivo

Nenhum tipo de veículo pode passar pelo local

Interdição da rua Humberto de Campos altera trajeto de sete linhas do transporte coletivo

Nenhum tipo de veículo pode passar pelo local

Redação

Desde o final da manhã desta terça-feira, dia 30, o trânsito na rua Humberto de Campos, entre o Parque Vila Germânica e o Terminal da Proeb, está completamente interditado por causa do surgimento de rachaduras na pista.

O secretário de Infraestrutura Urbana, Régis Evaloir da Silva, explica que a interdição aconteceu por precaução:

“A decisão da interdição foi tomada por questões de segurança e, ainda pela manhã, nossas equipes já estavam no local analisando o ocorrido. A previsão inicial é de que o trânsito ficará completamente interrompido até a próxima sexta-feira, dia 2 de fevereiro, quando analisaremos a possibilidade de liberar a passagem de veículos naquela pista”.

Até sexta-feira, as equipes trabalharão na recolocação do solo onde a galeria já foi implantada e também na retirada do asfalto fissurado. Uma avaliação das condições da pista será feita após a conclusão dessas etapas, com possibilidade de liberação.

Transporte coletivo durante a interrupção
Durante o período de interdição, as linhas 30, 31, 32, 707, 902, 903 e 904 do transporte coletivo, que passam pelo trecho, no sentido bairro/Centro, terão o trajeto desviado para a rua João Pessoa, seguindo pela rua 7 de Setembro para acessar o Terminal da Proeb. Um ponto provisório será instalado na rua João Pessoa, entre as ruas Alberto Stein e Mariana Bronnemann, para o embarque e desembarque de passageiros.

Duplicação da Rua Humberto de Campos
Atualmente, o trecho entre o Parque Vila Germânica e o Terminal da Proeb abriga os serviços de implantação de galerias de concreto, que fazem parte da nova rede de macrodrenagem. Para a instalação dessas galerias, é necessária a abertura de uma vala de escavação com cinco metros de profundidade e seis de largura, que – com o grande volume de tráfego e as constantes chuvas – ocasionou a desestabilização do talude e as consequentes rachaduras no solo.

O projeto consiste na duplicação da Rua Humberto de Campos, entre a rua 7 de Setembro e a rua Marechal Deodoro. O local terá pista dupla, separada por canteiro central, com três faixas por sentido entre as ruas Marechal Deodoro e Alberto Stein, uma delas reservada preferencialmente para o trânsito de ônibus.

Segundo a prefeitura, trata-se da obra mais complexa do pacote de mobilidade financiado pelo BID e, por isso, o prazo de execução é de dois anos. Além da macrodrenagem, a via terá alargamento de pista, implantação de novos passeios com acessibilidade, ciclovias, travessias de pedestres e cruzamentos com semáforos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio