+

Inverno blumenauense pode ter temperaturas mais altas que o normal

Informação de que este seria o inverno mais rigoroso dos últimos 100 anos é falsa

A meteorologista do AlertaBlu, Francine Sacco, disse que há a possibilidade de fortalecimento do El Niño, fazendo com que o inverno blumenauense tenha temperaturas mais altas que o normal para a estação.

Um boato de que o inverno de 2018 seria o mais frio dos últimos cem anos, amplamente compartilhado nas redes sociais, não é verdadeiro. A publicação afirma que o La Niña seria responsável pelo fenômeno, porém a meteorologista do AlertaBlu, Francine Sacco garante que nada na atmosfera indica o fortalecimento do La Niña durante a próxima estação.

A especialista ainda garante que tudo está se encaminhando para uma neutralidade climática, com estações muito bem definidas e a normalidade atmosférica marcando presença.

Na tarde desta terça-feira, dia 24, a Epagri, órgão de Defesa Civil estadual, divulgou uma nota se posicionando sobre o caso. Leia abaixo: 

Faz tempo que alguns sites vêm propagando, de maneira irresponsável, o boato de chegada de frio intenso em Santa Catarina. Pelo mesmo umas quatro massas de ar frio “rigorosas” foram anunciadas para março, o que não ocorreu. Pelo contrário. O calor do verão estendeu-se até o mês de abril. Então “providenciaram” o boato de que esse inverno será o mais rigoroso dos últimos 100 anos.

“Especuladores do tempo” podem dizer qualquer coisa, uma vez que não serão cobrados profissionalmente por suas declarações. E talvez não tenham condições de dimensionar o impacto de uma informação como essa. Imagine o setor comerciário fazendo estoque de roupas de frio, as cidades serranas se preparando para receber um recorde de turistas, os supermercados e restaurantes providenciando um estoque de alimentos típicos de uma estação fria. Você, que lê essa nota, reservando hotel e passagens para umas férias em meio a bonecos de neve na serra gaúcha ou catarinense. Antes de qualquer planejamento que dependa do tempo ou clima, consulte os profissionais da meteorologia. Confira sempre a seriedade e veracidade das informações. Certifique-se de que a informação é emitida por quem tem um registro profissional.

A EPAGRI/CIRAM, a exemplo do que os serviços e empresas de meteorologia de outros estados do Brasil estão fazendo, vem esclarecer que NÃO há previsão de inverno rigoroso em Santa Catarina para 2018, muito menos de ser o mais frio dos últimos 100 anos. 

As condições atmosféricas atuais, de uma La Niña com intensidade fraca, tendem a evoluir para uma condição de neutralidade climática durante os meses do outono. E o enfraquecimento da La Niña vem se confirmando nas últimas semanas, com a diminuição dos valores de anomalia negativa da Temperatura da Superfície do Mar (TSM) e o enfraquecimento dos ventos alísios no Pacífico Equatorial. Considerando essa condição de neutralidade climática, a previsão é de um inverno com frio dentro da normalidade para Santa Catarina em 2018.

Nesse início do outono, a temperatura ficou entre próxima e acima da média histórica no Estado. No inverno catarinense, em anos de normalidade climática, ocorre uma alternância de períodos com temperatura acima da média e períodos com ondas de frio que declinam bruscamente a temperatura. Pelo menos de uma a três ondas de frio mais intenso, com temperatura abaixo de zero grau nas áreas altas do Estado, em um período de três a cinco dias consecutivos, são esperadas para este inverno de 2018, favorecendo a ocorrência de geada em áreas amplas. A neve também é esperada na região serrana, especialmente entre junho e julho. Lembrando que esses episódios com ondas de frio mais intenso são típicos do inverno catarinense.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo