Jovens desaparecidas de Blumenau não têm relação com prisão em casa de prostituição

Comentários em redes sociais levantaram a hipótese, descartada pela Polícia Civil

Jovens desaparecidas de Blumenau não têm relação com prisão em casa de prostituição

Comentários em redes sociais levantaram a hipótese, descartada pela Polícia Civil

Redação

Assim que a Polícia Civil divulgou a ação que resultou na prisão de um homem que gerenciava casa de prostituição com menores de idade, em Blumenau, algumas pessoas relacionaram as adolescentes encaminhadas para a delegacia com as jovens que estão desaparecidas desde a última segunda-feira, 11. Comentários nas redes sociais questionavam se existia esta associação.

No entanto, a polícia já manifestou que não há absolutamente nenhuma ligação entre os dois casos. As jovens, segundo informações da Polícia Militar, seguem desaparecidas, e as autoridades não têm mais notícia de ambas.

As duas adolescentes de 13 anos, moradoras de Blumenau, estão desaparecidas deste esta segunda-feira, 11. Segundo informações de familiares, Júlia Nath Ribeiro e Gabriele Straccine Niehens saíram para a escola Anita Garibaldi, bairro Itoupava Central, por volta das 13h, e desde então não há mais notícias.

Quem tiver informações sobre o paradeiro das jovens pode acionar a Polícia Militar pelo 190 ou ligar para Fernando no número 47 99174-4250.

Não há informações sobre os possíveis motivos do desaparecimento.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo