Justiça manda para o presídio guarda de trânsito de Blumenau que esfaqueou duas pessoas

Ele teria ferido um homem de 28 anos e uma mulher de 42, neste domingo, em um bar do bairro Itoupava Central

Justiça manda para o presídio guarda de trânsito de Blumenau que esfaqueou duas pessoas

Ele teria ferido um homem de 28 anos e uma mulher de 42, neste domingo, em um bar do bairro Itoupava Central

Bianca Bertoli

O guarda de trânsito Ederson Roberto Neumann, que teria golpeado com uma faca um homem de 28 anos e uma mulher de 42 em um bar da rua Doutor Pedro Zimmermann, no bairro Itoupava Central, teve a prisão preventiva decretada na audiência de custódia desta segunda-feira, 30. Ele foi levado ao Presídio Regional de Blumenau.

Segundo o delegado Lucas Gomes de Almeida, que estava de plantão na Central de Polícia neste domingo, 29, dia do crime, o autor foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e constrangimento ilegal.

O presidente do Seterb, Marcelo Althoff, informou que uma sindicância será aberta para investigar o caso. Porém, como Ederson não estava em horário de serviço, a autarquia não afastará o servidor. Caso saia da prisão, ele poderá continuar trabalhando durante o processo:

“Vai ser deflagrado um processo administrativo disciplinar. Ele já estava em uma atividade administrativa por conta de um afastamento que teve por consumo de álcool. No entendimento da chefia, ao invés de ir para rua, ele foi colocado no pátio, onde a gente faz o recolhimento de veículos”, explicou Althoff sobre o motivo pelo qual Neumann já não trabalhava mais diretamente com o público.

Entenda o caso

Segundo relatos de testemunhas ao delegado, Neumann teria passado a noite bebendo no Bokas bar. No final da manhã de domingo, uma brincadeira entre pessoas que estavam no local desagradou ao guarda, que foi embora. Poucas horas depois ele voltou de Uber. No trajeto, chegou a ameaçar o motorista:

“Em determinado momento ele falou para o rapaz do Uber que estava indo para o bar matar uma pessoa e que ele iria testemunhar tudo aquilo. Ele apontou a faca para o motorista do Uber e ameaçou de que ele teria que fugir com ele para Barra de São Francisco, porque se o motorista não fizesse isso, ele não iria mais ver a sua família”, contou o delegado.

Chegando ao bar, o guarda se aproximou do grupo, que estava de costas. Com uma faca, feriu o braço de um homems. Em seguida, tentou acertar o peito de uma mulher, mas não conseguiu. Quando ela caiu, ele a feriu com um golpe na barriga. Para controlar o guarda, que queria machucar a todos ao seu redor, populares bateram na cabeça dele com um taco de bilhar. Os três foram encaminhados a hospitais da cidade e liberados no mesmo dia.

As vítimas prestaram depoimento, Neumann foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e constrangimento ilegal ao motorista de Uber.

Contraponto

Segundo o advogado que fez a defesa de Neumann na audiência de custódia, Joel Mello, o guarda sofre de alcoolismo:

“Ele já fez tratamento, já foi afastado do trabalho no Seterb por causa disso. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o alcoolismo é considerado uma doença. Ele também sofria de depressão”, justificou.

A defesa deve entrar em breve com o pedido para que Neumann responda o processo em liberdade.

Vídeo

Antes de sair do local e voltar armado com faca, o guarda disse a um grupo no bar que já havia matado duas pessoas e que mataria mais duas naquele dia. Édemo Roselino de Oliveira, uma das vítimas do esfaqueamento, gravou parte da conversa. O vídeo também mostra o momento que ele se aproxima de uma mulher, supostamente a segunda vítima, e a ameaça:

“Eu posso beijar na tua boca e tu vai ficar bem quieta”.

Ela o afasta e ele responde:

“Não empurra um homem da lei”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio