Motoristas de aplicativo de Blumenau fazem grupos para forçar dinâmica e aumentar preço das corridas

Aplicativos proíbem que motoristas tomem esta iniciativa

Motoristas de aplicativo de Blumenau fazem grupos para forçar dinâmica e aumentar preço das corridas

Aplicativos proíbem que motoristas tomem esta iniciativa

Cristóvão Vieira

A dinâmica nas corridas por aplicativo ocorre quando há mais demanda do que oferta. Ou seja, mais pessoas estão precisando de motorista em um determinado horário do dia do que há motoristas à disposição. Com isso, portanto, o preço da corrida é aumentado automaticamente pelo sistema dos aplicativos, e não há nada de errado – é a regra da oferta e da demanda, que ocorre naturalmente em quaisquer segmentos.

Contudo, a movimentação de alguns destes motoristas que buscam forçar esta dinâmica de maneira artificial foi constatada em Blumenau. Grupos de conversa por aplicativo, como Whatsapp, vêm sendo formados na surdina por motoristas que têm o intuito de burlar o sistema de empresas como Uber, 99, Cabify, entre outros.

A iniciativa funcionaria da seguinte forma: um grande grupo de motoristas desligaria o aplicativo entre cinco e oito minutos antes de um horário combinado. Depois, retornaria a ligar. Com isso, o sistema identificaria uma onda de queda repentina de motoristas e o algoritmo, automaticamente, forçaria esse aumento na tarifa.

A reportagem teve acesso a um dos grupos, o “Dinâmica Blumenau”, com 34 membros, e passou alguns dias conferindo as conversas. Além das trivialidades e do dia a dia como motoristas, existem momentos em que eles questionam o horário de “fazer” a dinâmica. Na descrição do grupo está bem claro:

“Interesse principal combinar off para gerar dinâmica.  Combinar horários chave, pra quem tá online na aquele determinado horário ficar off junto com o máximo de motoristas de blu. 5 6,7,8 minutos antes dos horarios combinados,  para forçar a dinâmica . Interesse é combinar off. “

Motorista pergunta horário de fazer “dina”, ou seja, tentar forçar a dinâmica.

Medida seria ineficaz, diz motorista

Sérgio Luiz, motorista de aplicativo desde 2017, não é adepto desta prática, mas acredita que o esquema seria ineficaz mesmo se fosse realizado de fato. Segundo ele, quem comanda a mudança da dinâmica são os passageiros, não os motoristas.

“Mesmo que houvesse uma ação orquestrada por parte dos motoristas de aplicativo na casa de uns 80% do total disponível, isto seria apenas um fator pequeno para contribuir neste aumento. É o passageiro quem determina, é a demanda, a presença de pessoas solicitando a corrida”.

Além disso, Sérgio explica que os passageiros já acompanham essa mudança tarifária, portanto, costumam rejeitar valores altos e tomar outra iniciativa para a locomoção. “Eles sabem que oscila, então quando chega em determinado nível eles não vão mais. O aumento fica na casa dos 1,8% ou 2,2% por corrida, então quando isso acontece muito dificilmente eles aceitam fazer a corrida”.

O que dizem os aplicativos

A reportagem entrou em contato com três empresas para pedir posicionamento sobre o tema. A Uber encaminhou uma nota oficial, explicando que a atitude é proibida. Leia na íntegra:

“Esse tipo de comportamento não é recorrente e nem permitido na plataforma da Uber, e nossa tecnologia tem mecanismos que previnem que eles aconteçam. Atitudes que descumpram os Termos de Uso e o Código de Conduta da Comunidade Uber podem levar ao encerramento da parceria.

O preço dinâmico é uma ferramenta que tem o objetivo de equilibrar oferta e demanda. Quando a demanda por viagens em uma determinada região aumenta acima do normal, o preço dinâmico é ativado automaticamente para incentivar que mais motoristas se movimentem para atender a região e o usuário possa conseguir uma viagem sempre que precisar. Quando a oferta sobe, os preços rapidamente voltam ao normal, portanto tentativas de forçar a ativação do preço dinâmico artificialmente se mostram inviáveis”

A 99 e a Cabify não responderam às solicitações e perguntas encaminhadas. A segunda encerrou suas atividades no Brasil recentemente, mas ainda foi citada por usuários da prática.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo