Polícia Civil investe dinheiro de multas na compra de drone, tablets e equipamentos

Cerca de R$ 30 mil vêm do convênio com o Seterb

Polícia Civil investe dinheiro de multas na compra de drone, tablets e equipamentos

Cerca de R$ 30 mil vêm do convênio com o Seterb

Evandro de Assis

A Polícia Civil de Blumenau vai investir pouco mais de R$ 30 mil na compra de equipamentos tecnológicos para auxiliar em investigações. Um drone, sete tablets e outros 10 aparelhos serão adquiridos em licitação que acaba de ser lançada.

O dinheiro vem do convênio com o Seterb que destina parte da arrecadação com multas de trânsito ao reaparelhamento das forças de segurança locais.

Segundo o delegado regional, Rodrigo Marchetti, os equipamentos vão ajudar em investigações que exigem sigilo. Parte do material adquirido não teve as especificações divulgadas para não chamar a atenção de quem pode vir a ser alvo do trabalho policial.

Os drones serão usados em ações de reconhecimento, por exemplo, para mapear uma casa que será cenário de uma ação da Polícia Civil.

“Teremos uma visão estratégica, até certo ponto discreta, para auxiliar na logística de uma operação. Tirar uma dúvida sobre um terreno, por exemplo. A gente já fez isso com helicóptero, mas imagina a confusão! Com esse instrumento, fica mais fácil”, planeja o delegado.

Os tablets permitirão que equipes de rua chequem bancos de dados e façam pesquisas em campo.

“Você tem muitas redes de bancos de dados que auxiliam nas investigações, até mesmo as redes sociais. A polícia também monitora isso. Dá mais autonomia para o agente quando ele está em campo”, relata.

A licitação será aberta no dia 24 de maio pela prefeitura de Blumenau. O município promove a concorrência porque é o administrador do fundo de onde sai o dinheiro.

Dinheiro das multas

O dinheiro arrecadado com multas da Guarda Municipal de Trânsito é dividido da seguinte maneira:

– 5% ao Fundo Nacional de Segurança e Educação no Trânsito
– 5% ao Ciasc
– Repasse aos Correios, tarifas bancárias e empresas de fiscalização eletrônica

Do que sobra depois desses pagamentos, 15% ficam com a Polícia Civil. Outros 15% vão para a Polícia Militar.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio