“Racismo hoje é dinheiro”, diz presidente do Vila Nova sobre incidente com jogador do Brusque

Caso ocorreu durante o jogo deste sábado, em Goiânia

“Racismo hoje é dinheiro”, diz presidente do Vila Nova sobre incidente com jogador do Brusque

Caso ocorreu durante o jogo deste sábado, em Goiânia

Redação

O presidente do Vila Nova, Hugo Jorge Bravo comentou sobre o caso de racismo com um jogador do Brusque após a partida deste sábado, 2. O Marreco e o Vila Nova se enfrentaram em Goiânia. O Brusque afirma que um dirigente do time adversário chamou o atleta Jefferson Renan, de “macaco”.

Em entrevista aos veículos de imprensa locais após a partida, Bravo declarou que “racismo hoje é dinheiro”. O vídeo circula nas redes sociais.

“Tá muito mimizento. Se preocupa demais com coisas ridículas e esquece de coisas importantíssimas que são primeiro as questões morais da sociedade. Eu sou franco para vocês. Vão me desculpar, racismo hoje é dinheiro, gente. É dinheiro. Para com isso”, declara.

O presidente do clube vai além e diz que “olha por aí o neguinho andando numa BMW, vê se a mulherada vai olhar de uma forma se eu fosse um Brad Pitt pobre andando de bicicleta”.

“O futebol brasileiro está acabando por causa disso. É jogador mimizento, é imprensa mimizenta”, diz.

O clube já havia se manifestado anteriormente. Confira a nota divulgada à imprensa.


Receba notícias no seu WhatsApp: basta clicar aqui para entrar no grupo do jornal

Clique aqui e inscreva-se no canal no YouTube do jornal O Município Blumenau. Vem muita novidade por aí!

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo