Taxista pede ajuda a bombeiros na BR-470 para escapar de assalto

Motorista foi rendido e, durante a corrida, parou ao lado de um acidente gritando por socorro

Taxista pede ajuda a bombeiros na BR-470 para escapar de assalto

Motorista foi rendido e, durante a corrida, parou ao lado de um acidente gritando por socorro

Redação

Um taxista de Timbó foi assaltado e rendido durante uma corrida na manhã deste domingo, 12. Um homem pegou o táxi em um bar da cidade e, após ser levado para Benedito Novo e voltar a Timbó, pediu para ir a Joinville. O taxista explicou que não poderia levá-lo. Foi quando o bandido encostou a arma na barriga da vítima e exigiu que ele fizesse a corrida.

O suspeito estava em visível estado de embriaguez e mandou o taxista mudar de direção, pegando a BR-470 em Apiúna. No quilômetro 99 a vítima percebeu que o trânsito estava lento por causa de um acidente na via. Para escapar do assalto, parou o carro do lado da viatura do Corpo de Bombeiros, gritando por ajuda, descendo às pressas do veículo. Ao abrir a porta ele teria arranhado o carro dos socorristas.

Segundo informações da Polícia Militar, o bandido saiu correndo em direção a um matagal às margens da rodovia. Para fugir dos policiais, jogou-se no rio Itajaí-Açú.

O homem começou a se afogar e foi resgatado por policiais com o auxílio de um morador que estava no local e remou uma canoa. Os policiais prenderam o suspeito que já estava no meio do rio. Ele foi encaminhado para a delegacia para os procedimentos legais.

Os policiais encontraram a arma dentro do carro e identificaram ser de brinquedo, mas com munições verdadeiras.

Correção
Segundo informações da Delegacia de Ascurra, onde o taxista prestou depoimento no começo da tarde deste domingo, 12, a vítima não bateu o carro contra a viatura do Corpo de Bombeiros. A informação foi passada inicialmente pela Polícia Militar. O texto acima já foi corrigido.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio