Detonação de suposta bomba fecha Morro do Boi por três horas

Denúncia sobre mala suspeita chegou no mesmo instante em que houve um princípio de rebelião em Joinville

Detonação de suposta bomba fecha Morro do Boi por três horas

Denúncia sobre mala suspeita chegou no mesmo instante em que houve um princípio de rebelião em Joinville

Redação

As pistas no sentido Sul da BR-101 que passam sobre o Morro do Boi ficaram interditadas por cerca de três horas entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda, 3. Durante esse período a Polícia Militar averiguou uma mala deixada no local, que poderia conter um explosivo.

Por volta das 23h, a PM recebeu uma denúncia de que haveria um corpo no interior de uma mala no alto do Morro do Boi. Ao chegar lá, os agentes perceberam que havia uma cordão para detonação saindo da valise.

Leia também: Museu Nacional guardava documentos sobre Blumenau e Fritz Müller

A Polícia Rodoviária Federal e a Autopista Litoral Sul interromperam o trânsito até 22h para que policiais do Bope detonassem o artefato. Houve filas de quatro quilômetros na BR-101. Muitos motoristas desviaram do congestionamento passando por dentro de Balneário Camboriú e pela rodovia Interpraias.

Correção

Esta reportagem informou que a interdição da BR-101 ocorreu das 19h às 22h de domingo. Na verdade, as pistas ficaram fechadas das 23h até 2h de segunda-feira. A versão acima já está corrigida.

Tentativa de fuga em Joinville

A ocorrência no Morro do Boi coincidiu com uma tentativa de fuga no Presídio de Joinville. Houve tumulto e princípio de rebelião, enquanto alguns presos tentaram serrar as grades das celas.

Conforme o jornal A Notícia, a Polícia Militar negou o conteúdo de mensagens que circulam via WhatsApp desde a noite de domingo. Segundo os áudios, haveria feridos no interior da cadeia. A PM garante que apenas armas não letais foram utilizadas.

Mais notícias de Blumenau e região

Acidente mata motorista de 49 anos, em Blumenau

Bandidos invadem agência bancária do Hospital Santo Antônio

Entrevista padre João Bachmann: “Mulheres já falaram abertamente que são apaixonadas por mim”

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo