Escola de Blumenau pede afastamento de professor por constranger estudante

Ele teria desafiado duas adolescentes a abaixarem a calça de um aluno

Escola de Blumenau pede afastamento de professor por constranger estudante

Ele teria desafiado duas adolescentes a abaixarem a calça de um aluno

Redação

A diretoria da escola Luiz Delfino pediu o afastamento de mais um professor por questões comportamentais. Ele teria constrangido um aluno do oitavo ano do ensino fundamental. Foi o terceiro caso de afastamento em dois meses.

Em abril, dois docentes, que continuam afastados das funções após denúncias de envolvimento sexual com adolescentes, foram investigados administrativamente e também pela polícia. Na esfera criminal, o Ministério Público pediu o arquivamento das denúncias por entender que teria havido consentimento da adolescente nas relações.

O novo caso envolve um professor de Educação Física. De acordo com o documento da instituição, durante uma aula ele teria desafiado duas alunas a puxarem a bermuda de um aluno. Uma delas aceitou a brincadeira.

Foi então que o professor teria começado a rir e a apontar para a vítima, que ficou com a bermuda abaixada na altura dos joelhos. Logo após o episódio, o menino teria permanecido em silêncio, cabisbaixo.

“O professor disse que foi uma brincadeira infeliz da parte dele, ao mesmo tempo o pai ficou muito chateado e o menino, constrangido. Então, como é um comportamento que não se coaduna com a educação moderna, foi feito o encaminhamento para os superiores, junto com a Gerência de Educação”, explicou o diretor da escola, Mauro de Medeiros.

O pai do garoto registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil por constrangimento ilegal. A procuradoria do Estado já entrou em contato com a escola e deve abrir um sindicância nos próximos dias, que deve determinar o afastamento ou não do professor.

O pai e o docente não quiseram conversar com a reportagem. A reportagem omitiu os nomes dos envolvidos em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo