Furb vai levar caso de panfletos homofóbicos à Polícia Civil

Reitoria fará boletim de ocorrência ainda nesta semana

Furb vai levar caso de panfletos homofóbicos à Polícia Civil

Reitoria fará boletim de ocorrência ainda nesta semana

Bianca Bertoli

O caso dos panfletos com teor homofóbico distribuídos em salas de aula e murais do bloco J da Furb deve chegar à Polícia Civil ainda nesta semana. A reitoria da universidade registrará um boletim de ocorrência para que um inquérito policial seja aberto. Além disso, uma investigação interna também será feita para identificar a autoria do que o reitor João Natel define como “apologia à homofobia”.

Desde a semana passada, alunos e professores estão se deparando com papéis que contêm trechos de versículos bíblicos e a frase “homossexualismo é uma possessão demoníaca”. O Diretório Central dos Estudantes (DCE) manifestou repúdio ao conteúdo na página da entidade no Facebook.

O presidente do diretório, Pablo Scharf, pede que a comunidade acadêmica denuncie caso veja algo ou tenha alguma informação:

“Meu intuito é que tudo isso caminhe para um processo administrativo contra as pessoas.  Não tem como uma situação dessa ficar impune”, afirmou.

O reitor explica que, caso as investigações internas descubram o responsável e ele tenha vínculo com a universidade, um processo disciplinar pode ser aberto. Porém, Natel acredita que a distribuição foi feita por alguém de fora. A partir de agora, chefes da segurança e coordenadores de cursos serão ouvidos na busca por indícios. A instituição não tem monitoramento por câmeras.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo