Metade das pacientes internadas na UTI de Gaspar são mães e filhas

Os dez leitos estão ocupados, todos por mulheres

Metade das pacientes internadas na UTI de Gaspar são mães e filhas

Os dez leitos estão ocupados, todos por mulheres

Redação

Os dez leitos de UTI Covid-19 do Hospital de Gaspar estão ocupados por mulheres. Metade delas, são mães e filhas. A instituição acredita que a maior incidência da doença em mulheres pode ser uma nova característica desta terceira onda da doença.

Outro fato destacado pela equipe médica é o aumento na quantidade de pacientes jovens. A Prefeitura de Blumenau realizou um levantamento no mesmo sentido, com o número quase dobrando em poucos meses.

Com a taxa de novas infecções cada vez maior, o Hospital de Gaspar passou a receber mais frequentemente pessoas da mesma família. Uma mãe de 79 anos está internada com sua filha de 34. A segunda mãe tem 86, e suas filhas 49 e 53 anos.

Em visita ao Hospital de Gaspar, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, explicou que o salto de casos e internações neste terceiro pico pode ser explicado pela chegada de uma nova variante da doença no estado.

“Ao que tudo indica, a nova cepa da doença tem uma taxa de transmissibilidade maior que a anterior. Com o número maior de infecção, mais pessoas precisam ser hospitalizadas e de atendimento na UTI. O quadro que enfrentaremos neste mês é preocupante”, disse André Motta.

Com a indicação que a situação da pandemia poderá se agravar nas próximas semanas, a prefeitura de Gaspar se adiantou e prepara a abertura de mais 10 leitos de UTI para os próximos dias. A medida é fundamental para garantir o acesso de todos os gasparenses ao tratamento.

Todas as pacientes deram entrada em fevereiro e têm entre 34 e 86 anos. Em Blumenau, os leitos de UTI Covid-19 da rede pública e privada também estão todos lotados.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo