Polícia Civil identifica suspeito de matar homem em apartamento da rua XV, em Blumenau

Investigações apontam que mais de uma pessoa teria cometido o crime

Polícia Civil identifica suspeito de matar homem em apartamento da rua XV, em Blumenau

Investigações apontam que mais de uma pessoa teria cometido o crime

Redação

Um dos suspeitos de matar Isaia Tamanini foi identificado nesta terça-feira em Blumenau. Ele teria sido a última pessoa a entrar no apartamento da vítima, na rua XV de Novembro, na sexta-feira. O delegado Bruno Effori, responsável pela divisão de homicídios da Divisão de Investigação Criminal, afirma que o suspeito frequentava a casa de Isaia e que a data provável da morte seria a sexta-feira, último dia em que a vítima teve contato com os familiares.

Com o suspeito, foram encontrados pertences da vítima. Mas ele não foi preso porque não houve flagrante, e para isso será necessária uma decisão judicial. O nome dele não foi divulgado para não atrapalhar a apuração do caso.

“As investigações prosseguem nesta semana e apontam que ainda há outros suspeitos de estarem envolvidos no crime”, diz Effori.

O corpo de Isaia Tamanini foi liberado pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) e entregue à família. O enterro foi na tarde desta terça-feira. O laudo do Instituto Geral de Perícias não apontou sinais de violência no corpo da vítima, mas as demais evidências de que alguém havia entrado no apartamento mantiveram a hipótese de homicídio.

O crime

Isaia Tamanini foi encontrado sem vida, enrolado em um cobertor, dentro do quarto, que estava trancado a chave. Os vizinhos desconfiaram do mau cheiro e acionaram a Polícia Militar. Havia sinais de arrombamento na porta principal do apartamento, no Centro de Blumenau.

Esta foi a 42º morte violenta ocorrida em Blumenau neste ano. O maior recorde registrado desde 1996, segundo a Polícia Civil.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo