Saúde à Mesa

Formada em Nutrição pela Furb, Vanessa de Souza atende em Blumenau e publica semanalmente sobre saúde e boa alimentação.

Refeições pré e pós treino: qual a importância?

Saúde à Mesa

Formada em Nutrição pela Furb, Vanessa de Souza atende em Blumenau e publica semanalmente sobre saúde e boa alimentação.

Refeições pré e pós treino: qual a importância?

Saúde à Mesa

Tenho visto ressurgir esse assunto ultimamente – algo que já se debatia muito a alguns anos – e agora com o “fim da pandemia” as pessoas voltaram para as academias e se preocupam com a alimentação nessa ocasião. Afinal de contas, eu preciso fazer pré e pós treino? Como funciona?

Quando pensamos nessas refeições, imaginamos algo que comemos antes do exercício e algo imediatamente após o mesmo. O medo de não consumir proteína logo após o exercício é de que irá haver um catabolismo muscular. Ou seja, o seu músculo será “quebrado” e usado como fonte de energia. Não é bem assim que acontece.

Fazer uma boa refeição antes e após o treino é sim interessante. Pode ajudar principalmente no desempenho do exercício e na recuperação muscular após ele. Agora, o que eu devo comer, quanto tempo antes ou após, isso será algo muito individual, visto que tem que se encaixar na rotina de cada um. Alimentação está ali para ajudar, e não complicar o seu dia.

De forma simplificada, a refeição anterior ao exercício serve para te fornecer energia, de forma fácil, para que o seu corpo utilize durante o treino. Se você faz ela algumas horas antes de se exercitar, pode fazer uma refeição bem completa (com carboidratos, proteínas, legumes, verduras, uma fonte de gordura, fibras), pois essa terá uma digestão mais lenta, fornecendo energia no momento que você vai precisar.

Agora, se só consegue fazer uma refeição de 30 minutos a 1 hora antes do treino, opte por fontes de carboidrato e/ou proteína de fácil digestão, e que não irão pesar. Afinal de contas, você quer essa energia disponível já no momento do exercício.

Após sair da academia, ou do seu local de prática, pode fazer uma refeição com o objetivo de recuperar a energia gasta e fornecer base para o crescimento muscular, ou até mesmo para evitar perda de massa magra. Mas essa refeição não precisa ser feita imediatamente. Lembra que eu falei que tem se adaptar a sua rotina, certo? O tempo irá depender de quais atividades você faz após o treino, da frequência de exercícios físicos na semana, se tem possibilidade de fazer uma refeição completa, ou apenas um lanche. E por aí vai.

Se você sai da academia e sente fome rápido, pode fazer um lanche rápido ou até mesmo utilizar de algum suplemento, se for necessário, e fazer uma refeição mais completa quando tiver um tempo. Ou caso não sinta fome logo após, pode esperar até dar o horário da refeição seguinte e faze-la normalmente.

Agora, algo que eu gosto muito de lembrar, é que não são somente essas duas refeições que terão impacto no seu resultado, mas sim a alimentação do dia inteiro. Não adianta comer mal o dia todo e tomar uma dose de whey ou comer uma barrinha de proteína na academia. Isso não é inteligente e não te trará resultados. Se você vai para academia no final da tarde, o seu pré treino é tudo que comeu desde que levantou de manhã, e o pós treino é tudo que vai comer até a hora de dormir ou até o treino seguinte.

Vanessa Souza
Nutricionista
CRN10 7320


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo