+

Saiba quando Kelber Pereira será julgado por matar companheira e filho em Blumenau

Bebê tinha três meses e Jéssica 23

A data do júri popular de Kelber Henrique Pereira, acusado de matar a companheira Jéssica Mayara Ballock, de 23 anos, e o filho de três meses, Théo Pereira, foi confirmada. O crime ocorreu no dia 24 de julho de 2022.

De acordo com Rodolfo Warmeling, advogado de Kelber, o julgamento será realizado no dia 22 de novembro, a partir das 9h.

“A defesa do réu aguarda pela realização do plenário do Tribunal do Júri, ocasião em que serão arguidas e sustentadas as teses defensivas que julgamos pertinentes ao caso. Nos próximos dias estarei comunicando o Kelber e passamos aos preparativos para realização da sessão de julgamento”, relatou o defensor à reportagem.

Crimes de Kelber Pereira

Kelber Pereira foi denunciado criminalmente pelo Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) no fim do mês de agosto de 2022, logo após a conclusão do inquérito policial. A denúncia apresentada pela 8ª Promotoria de Justiça de Blumenau imputam ao homem a prática de dois homicídios qualificados e apropriação indébita.

O documento indica que os dois homicídios foram qualificados pelo uso de meio cruel e sem possibilidade de defesa. No caso da companheira, foi também imputado feminicídio e, no caso do bebê, qualificado também por motivo torpe e praticado contra menor de 14 anos.

De acordo com o promotor de Justiça Átila Guastalla Lopes, além dos dois homicídios, o homem também teria praticado o crime de apropriação indébita, pois para perpetrar a fuga teria se apropriado do veículo de propriedade da empresa para a qual o acusado trabalhava. Em depoimento, Kelber disse não saber por que cometeu o crime.

Relembre o caso

O crime ocorreu no dia 24 de julho, em horário não esclarecido, no bairro Velha Central. Segundo elementos da investigação, o homem primeiro teria matado a companheira, inicialmente asfixiando-a enquanto ela dormia, e em seguida a esfaqueou no pescoço.

Na sequência, decidiu matar a criança, por alegar não ter como cuidar do bebê de três meses sem a genitora. Da mesma forma que fez com a mãe, matou o bebê com várias facadas no pescoço.

Depois de matar as duas vítimas, o acusado pegou o outro filho do casal, de quase dois anos de idade, e fugiu para São Paulo no carro da empresa para a qual trabalhava, que estava sob sua posse para efetuar um serviço em Itajaí.

Kleber Pereira foi detido em uma cidade no interior de São Paulo. A prisão temporária foi convertida em prisão preventiva nesta quarta-feira, 24, após manifestação do MP-SC neste sentido. Ele está atualmente recolhido no Presídio Regional de Blumenau.

Leia também:

1. Policiais ajudam família de patos a atravessar trecho da BR-470, em Gaspar
2. Sine anuncia mais de 740 vagas de emprego em Blumenau
3. VÍDEO – Homem fica gravemente ferido após colisão frontal entre carro e caminhão em Ilhota
4. Casal é indenizado após comer biscoito com pedaços de mosca em Brusque
5. Vigilância Sanitária diz que água de escola de Indaial não estava contaminada


Assista agora mesmo!

Clube de Caça e Tiro Velha Central mantém tradição secular na comunidade:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo