Saúde à Mesa

Formada em Nutrição pela Furb, Vanessa de Souza atende em Blumenau e publica semanalmente sobre saúde e boa alimentação.

Por que mulheres na perimenopausa têm maior dificuldade para emagrecer?

Saúde à Mesa

Formada em Nutrição pela Furb, Vanessa de Souza atende em Blumenau e publica semanalmente sobre saúde e boa alimentação.

Por que mulheres na perimenopausa têm maior dificuldade para emagrecer?

Saúde à Mesa

A perimenopausa é a fase que antecede a menopausa, e significa uma transição entre a vida reprodutiva da mulher e a não reprodutiva, e pode durar alguns anos. É comum as mulheres relatarem um ganho de peso e dificuldade para perda de gordura durante essa fase. Mas por que isso acontece?

De forma bem simplificada, há uma mudança grande no metabolismo feminino para que o corpo passe da vida fértil para a não fértil. Há redução na produção de estrogênio e outros hormônios importantes, envolvidos na reprodução, e essa redução leva a um aumento do acúmulo de gordura visceral (a da região abdominal).

Além disso as mulheres nesse período têm uma perda maior de massa magra, redução do metabolismo e ainda maior dificuldade para queimar as gordurinhas, mesmo praticando atividades físicas.

Isso não significa que nessa idade e período da vida, a mulher irá inevitavelmente engordar e não conseguir mais emagrecer. Essas alterações são metabólicas, mas dá sim para cuidar da alimentação e praticar atividades físicas, para que essas mudanças não sejam percebidas de forma tão acentuada. Será apenas mais difícil do que em pessoas mais novas, mas tendo disciplina e constância em hábitos saudáveis de viver, não será um grande problema.

Vale ainda ressaltar que mulheres na menopausa e pós menopausa apresentam grandes taxas de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, justamente pelo maior acúmulo de gordura visceral. Mas novamente, isso é tranquilamente controlado e evitado com uma boa alimentação e exercícios físicos.

O consumo de soja e derivados é recomendado nessa fase por serem ricos em compostos similares ao estrogênio, podendo ser assim uma fonte natural de reposição desse hormônio. Alguns hábitos de alimentação saudável importantes de serem incluídos também são: consumo de 2 a 3 porções de frutas por dia, ingestão suficiente de água, introdução de cereais integrais e carboidratos mais saudáveis. Substituir frituras por assados ou cozidos, ajuda a diminuir a ingestão de calorias e evitar maior acumulo de gordura.

Para melhorar a saúde óssea, abusa de fontes vegetais de cálcio, como verduras verdes escuras e o gergelim. Além de reduzir o consumo de bebidas gaseificadas, principalmente refrigerantes.

A prática de atividades físicas é de extrema importância nessa fase, para ajudar na manutenção do peso. Principalmente a musculação é muito recomendada, pois melhora a flacidez, fortalece os ossos, protege de doenças cardiovasculares e ajuda na manutenção da massa muscular. Técnicas de relaxamento, como a meditação e outras, ajudam a passar com mais tranquilidade pelos sintomas do climatério e menopausa.

Uma das coisas mais importantes quando você passa por qualquer mudança, seja na vida ou no seu corpo, é estudar sobre isso, ler bastante. Quanto mais você entende o que está acontecendo com você e o porquê, fica mais fácil saber como lidar. Se informe primeiro, antes de dizer que o que acontece com você é péssimo e não tem solução.

Vanessa Souza
Nutricionista
CRN10 7320


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo