VÍDEO – Cão é resgatado após ser vítima de maus-tratos em Blumenau

Tutor não estava em casa quando a polícia esteve no endereço, mas responderá pelo crime

VÍDEO – Cão é resgatado após ser vítima de maus-tratos em Blumenau

Tutor não estava em casa quando a polícia esteve no endereço, mas responderá pelo crime

Alice Kienen

Um cão foi resgatado de uma situação de  maus-tratos na tarde desta terça-feira, 2, em Blumenau. O delegado Egidio Ferrari, que representa o projeto Cadeia para Maus-Tratos em Santa Catarina, recebeu as denúncias em suas redes sociais.

Ele orientou os denunciantes a enviarem os vídeos para a Polícia Civil pelo WhatsApp, mas logo se encaminhou para o endereço. O responsável pelo animal não estava no local. Ele mora de favor na casa de um casal, que desconhecia a situação.

“Quando estávamos resgatando o cachorro uma mulher chegou falando que viu o endereço no Facebook. Logo soube que o vídeo já tinha mais de 400 compartilhamentos em pouco mais de uma hora”, relata o delegado.

Como o autor do crime ficou sabendo da presença policial, não voltou para casa e não foi possível localizado. Porém, um inquérito policial foi instaurado e ele terá que responder por maus-tratos.

O cão está bem e foi removido do local. Porém, os vídeos feitos pelos vizinhos mostram que ele apanhava do tutor. As imagens não são recomendadas para pessoas sensíveis.

Ainda neste sábado, 27, uma idosa foi presa após deixar um cachorro gravemente ferido preso a uma corrente. O caso ocorreu por volta da meia noite e os policiais estiveram no local fora do horário de trabalho para regatar o animal.

“Em menos de dois meses já conseguimos verificar dezenas de denúncias e duas prisões em flagrante foram feitas”, conta o delegado.

Denúncias de crimes de maus-tratos podem ser feitas para a Polícia Civil pelo 181 ou pelo WhatsApp (47) 3326-2146. O delegado Egidio Ferrari também aceita denúncias pelo Instagram ou pelo Facebook.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo