Letícia Silva

Letícia Silva é jornalista, empresária e corredora amadora. Aqui, toda segunda-feira ela compartilha em vídeo histórias inspiradoras, curiosidades e dicas de especialistas sobre o universo das corridas.

“A corrida me ensina a não desistir”, conta a professora Ana Paula Martins

A blumenauense se orgulha de correr em família e inspirar o filho de sete anos a se divertir com o esporte

Letícia Silva

Letícia Silva é jornalista, empresária e corredora amadora. Aqui, toda segunda-feira ela compartilha em vídeo histórias inspiradoras, curiosidades e dicas de especialistas sobre o universo das corridas.

“A corrida me ensina a não desistir”, conta a professora Ana Paula Martins

A blumenauense se orgulha de correr em família e inspirar o filho de sete anos a se divertir com o esporte

Letícia Silva

A corrida é democrática, qualquer pessoa pode praticar sozinha, com amigos, com a família. E é um ambiente com muitos casos incríveis de superação transformação pessoal. A energia é tão positiva, que todo corredor corre o risco de virar um chato, daqueles que só fala nisso, só posta foto das provas e quer convencer todo mundo a correr também. Mas, por que não compartilhar algo que nos faz tão bem?

Durante o mês de dezembro, mostrei aqui vídeos com depoimentos de corredores apaixonados como a Sabine, a Camile, o Vital, a Juliana… Cada um tem uma história diferente com a corrida, mas todos têm lições que levam do esporte para a vida. A professora Ana Paula Martins, por exemplo, perdeu 16 quilos e ganhou determinação, autoconfiança, foco, resiliência. E ainda inspirou a família. Hoje o filho de sete anos vê na corrida uma diversão, como ela conta no vídeo inédito.

Benefícios da corrida para o cérebro

A ciência está aí pra comprovar que não é à toa que somos tão apaixonados por corrida. O exercício aeróbico de média intensidade realmente transforma o cérebro. Estudos de neurocientistas norte-americanos e finlandeses atestam que o cérebro desenvolve novos neurônios durante a corrida, mesmo em adultos. Este fato melhora a cognição, a memória e o humor, além de fazer com que o envelhecimento seja mais saudável.

Mas se eu tenho medo de correr, posso ter estes benefícios com a caminhada ou o crossfit? Lamento, mas a resposta dos cientistas é negativa. A razão é simples: atividades físicas muito intensas, como o crossfit, ou exercícios aeróbicos muito leves, como a corrida, estressam o cérebro e bloqueiam a produção de novos neurônios. Estes esportes têm uma outra lista de benefícios, que não inclui a produção de neurônios. Mas aqui eu vou me ater porque puxo mesmo a brasa pra corrida.

E você, já se convenceu a trocar o sofá de casa por um par de tênis? Que tal incluir a corrida entre as resoluções de Ano Novo?

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo