Evento da escola Elza Pacheco será analisado pela Secretaria de Educação, em Florianópolis

Secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau, Emerson Antunes, encontrou com a direção e professores da escola.

Evento da escola Elza Pacheco será analisado pela Secretaria de Educação, em Florianópolis

Secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau, Emerson Antunes, encontrou com a direção e professores da escola.

Julia Schaefer

A noite de palestras sobre diversidade organizada pela Escola Estadual Elza Pacheco, em Blumenau, será analisada pela Secretaria de Estado da Educação, em Florianópolis. O secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau, Emerson Antunes, reuniu-se com direção e professores da escola nesta sexta-feira à tarde. A instituição está no centro de uma polêmica sobre diversidade de gênero desde que a Câmara de Vereadores aprovou moção de repúdio ao evento, previsto para 14 de novembro.

“Fizemos uma reunião com professores e diretores. Vamos analisar agora tanto aqui quanto em Florianópolis para a construção de um entendimento”, afirma o secretário Emerson Antunes.

Segundo Antunes, que foi procurado esta semana por vereadores, os lados contrário e favorável ao evento estão bastante convictos de suas opiniões. O envolvimento da Secretaria de Estado da Educação seria uma tentativa de encontrar uma saída consensual para a polêmica.

Debates

Na tarde de quinta-feira, manifestantes contrários e favoráveis às discussões sobre diversidade de gênero participaram de uma tensa sessão na Câmara de Vereadores de Blumenau. Estudantes da Elza Pacheco explicaram por que escolheram o tema “diversidade” para o evento.

O escritor Maicon Tenfen opinou sobre o assunto em artigo publicado nesta sexta-feira. Segundo ele, diversidade de gênero é assunto frequente nas escolas há décadas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio