Além de todos os brinquedos, bandas, grupos folclóricos e clubes, ainda há festeiros que fazem questão de desfilar na Oktoberfest. Estes são os grupos a pé, que trazem a alegria e a paixão pela festa por meio de danças e representando suas instituições.

Faltando dois dias para a festa mais esperada da cidade, o especial Alma da Oktoberfest apresenta alguns dos grupos a pé que marcarão presença no desfile na rua XV de Novembro.

Eröffnung e Fortsetzungs

Os grupos são como irmãos. O primeiro para os “meninos” e o segundo para as “meninas”. O grupo masculino surgiu em 2007, e não é a toa que o termo em alemão significa “abertura”.

Na véspera da abertura oficial da 23ª Oktoberfest, sete amigos resolveram percorrer as principais ruas da cidade movidos por cânticos germânicos até chegar ao Parque Vila Germânica, em frente aos portões ainda fechados, fazendo o pedido: “ABRE, ABRE, ABRE!”. Desde então, mais amigos foram se unindo ao grupo e aderindo ao movimento de anteceder a abertura da festa.

Já o grupo feminino, o Fortsetzungs Gruppe, surgiu em 2010 para tentar impedir que a festa termine. A proposta das meninas é que a a Oktoberfest não chegue ao fim, por isso é o grupo da “continuação”.

Foi um dia após o término da 26ª Oktoberfest que as mulheres desfilaram pelas ruas da cidade até o Parque Vila Germânica entoando: “CONTINUA, CONTINUA, CONTINUA!”. Sempre com muito rosa, glitter e glamour.

Mas foi apenas em 2012 que os grupos se uniram para fazer parte do desfile oficial da Oktoberfest, unindo a alegria dos dois grupos. Para eles, esta é uma das formas mais ricas de valorização da cultura germânica de Blumenau.

Familieverein

O grupo foi criado com o objetivo de representar as famílias tradicionais de Blumenau, resgatando e destacando a origem da população. Há cinco anos, cada participante desfila com trajes e bandeiras com os brasões de cada família representada.

Atualmente, os sobrenomes que integram o grupo são os das famílias Grahl, Buerger, Sasse e Theis. A Tia da Linguiça (como ficou conhecida Zuleica Grahl Correa) é a personagem principal, pois distribui a iguaria alemã para a plateia.

Rede Feminina de Combate ao Câncer

Presentes em Blumenau há 46 anos para defender as mulheres e buscar a prevenção e o combate ao câncer de mama e colo de útero, a RFCC conta atualmente com 160 voluntárias. A estreia dos trajes típicos nos desfiles da Oktoberfest aconteceu em 2004.

Entretanto, foi apenas em 2017 que o traje típico cor de rosa pelo qual elas são hoje reconhecidas foi estreado. Neste mesmo ano a Comissão Organizadora do Desfile também convidou as pacientes do RFCC para desfilar na Bondepéia.

Rotary Verde Vale

Atuando em Blumenau há mais de 20 anos com inúmeros projetos sociais, o Rotary Clube de Blumenau Verde Vale faz parte da Oktoberfest para integrar os associados com os eventos de companheirismo da cidade.

Associação dos Servidores Públicos Municipais

A Associação dos Servidores Públicos Municipais de Blumenau (ASPMB) aproveita a Oktoberfest para iniciar as celebrações do dia do servidor público, que acontece no no dia 28 de outubro.

Os desfiles representam o início da semana de comemoração dos mais de 4.000 associados titulares, funcionários da Prefeitura Municipal, autarquias e fundações. Este também é um momento de conexão entre os funcionários públicos e a cidade.

Pró Família

Marcando presença com o grupo folclórico dos idosos desde 2010, a Pró Família busca manter viva as tradições e cultura alemã. Além disso, o grupo se torna um ambiente de amizade e socialização para os mais de três mil idosos que fazem parte da fundação.

Antes de criarem o grupo, a Fundação do Bem Estar da Família Blumenauense esteve presente nos desfiles da Oktoberfest desde a primeira edição, contagiando o público com a energia e alegria dos idosos.

OAB

Desde 2005, a sede blumenauense da Ordem dos Advogados do Brasil marca presença nos desfiles. Eles possuem um grupo folclórico para garantir a representatividade na maior festa alemã das Américas.

Advogados, estagiários e familiares desfilam na rua XV de Novembro para promover a integração da classe à comunidade, além de respeitar a preservação da cultura germânica.

Universidade Regional de Blumenau

Presente nos desfiles de 1999 e retornando em 2011 para marcar presença em todos os anos desde então, a Furb busca unir o conhecimento e a cultura disseminados pela instituição ao lazer da comunidade.

Servidores, alunos e familiares participam dos desfiles. Alguns deles com o traje típico da Furb, que foi confeccionado em 2012 após uma pesquisa feita pelo curso de Moda. O grupo de danças alemãs da Furb também marca presença, dançando e animando os presentes.

Uniasselvi

Desde 2008, o tradicional grupo Ich Kann Es Machen participa dos desfiles. O termo é um dos slogans da faculdade adaptado para o alemão: não basta saber, é preciso saber fazer.

Nestes 11 anos mais de mil colaboradores já desfilaram representando a instituição em seus trajes típicos. As danças e apresentações são preparadas por meses pelos integrantes que aguardam pela festa durante todo o ano.

Instituto Federal Catarinense

Fundado em Blumenau em 2008, o IFC faz parte dos desfiles da Oktober desde 2009. São centenas de servidores, familiares e convidados que já desfilaram pela rua XV de Novembro.

Senac

Presentes no desfile desde 2012, a Oktoberfest é um dos eventos mais concorridos na agenda do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. O esquenta para a festa começa no restaurante Blumengarten, dentro do Senac, e os 50 integrantes seguem para a rua XV de Novembro.

Deixe uma resposta